Nos dias 13, 14, 16, 17, 18, 19, 20 e 21 de Julho, às 21:30, “A Disputa”, de Marivaux, é apresentada nos Jardins do Palácio Nacional de Queluz, na Cascata das Conchas. A obra do dramaturgo do século XVIII, traduzida por Maria João Brilhante, tem encenação de João Reis e conta com interpretações de Pedro Almendra e de Soraia Chaves, entre outros.

Os Jardins do Palácio Nacional de Queluz, que no passado foram palco de vários espectáculos teatrais destinados à família real e à corte, voltam a acolher uma peça de teatro, que convida a uma viagem no tempo até ao período barroco e também a uma reflexão acerca de um tema eterno: quem terá, em primeiro lugar, sido infiel e inconstante no amor – os homens ou as mulheres? Para verem resolvida esta questão, um Príncipe e a sua Dama, Hermianne, assistem a uma experiência iniciada anos antes, na corte. É este o mote para “A Disputa”, uma das numerosas comédias escritas por Marivaux, o mestre francês do teatro da máscara e da mentira.

O estilista Nuno Baltazar assina os figurinos da peça, cujo elenco é constituído por Pedro Almendra, Soraia Chaves, Diana Sousa Lara, Laurinda Chiungue, Bernardo Beja, Ana Pessoa, Luís Simões, Alice Coelho, Daniel Martinho e João Teixeira.

O espectáculo, promovido pela Parques de Sintra, integra-se na sua missão de revitalizar o património sob sua gestão através da recuperação das suas vivências passadas e colocando essas experiências ao alcance de todos. A produção está a cargo de O Lince Viaja.

Os bilhetes custam 15 euros e já estão à venda nas bilheteiras da Parques de Sintra. Em breve, estarão igualmente disponíveis nos locais habituais ou online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.