Jorge Palma e Cuca Roseta: Talento em dose dupla na abertura do The Famous Fest

jorge-palma-e-cuca-roseta22

 

 

Inspirados pelo espirito livre que norteia o The Famous Fest, Cuca Roseta e Jorge Palma subiram a palco para cantarem temas um do outro, e em conjunto com os seus músicos proporcionaram uma viagem melhor da música portuguesa, do fado ao pop nada faltou perante uma plateia que aplaudiu efusivamente cada tema.

 

 

O The Famous Fest, festival promovido pela The Famous Grouse, iniciou a edição de 2016 esta sexta-feira (30 de Setembro) e como destaque apresentou “Fado Fora da Lei” com Jorge Palma e Cuca Roseta.

 

jorge-palma-e-cuca-roseta11

 

Dois estilos totalmente distintos, unidos em palco por um amor maior: a música. E muita criatividade, acrescentamos nós. O Mundo musical de Palma é vasto e valioso. O de Cuca está em crescendo, fazendo de si uma das mais aclamadas fadistas da actualidade. Mas ver Palma a cantar “fado” e Cuca a viajar pelas músicas de Palma, garantimos que é prazeroso. É acima de tudo um momento de partilha entre músicos que se admiram perante o público que os aclama. Tudo numa sala de estar, perdão, de espectáculo. Jorge Palma apresenta o improviso e carisma que o transformam num artista único. Cuca Roseta é fadista mas a sua voz permite a liberdade de arriscar outros géneros musicais, demonstrando a mesma sensibilidade e capacidade interpretativa.

 jorge-palma-e-cuca-roseta20

 

Jorge Palma foi o primeiro a subir a palco e ao piano não se mostrou nada “Frágil”, tema de abertura do espectáculo. Sublime o modo como brinca ao piano, fazendo parecer tudo ser fácil, fruto a genialidade e virtuosismo. Mas qual homem dos sete ofícios passa para “Jeremias”, desta feita tocando a guitarra acústica. De seguida entrou o seu filho, Vicente Palma, para “Maçã de Junho”. E aqui o talento é hereditário. Vicente Palma mostrou qualidades na guitarra e também ao piano. Aos dois juntou-se Gabriel Gomes no acordeão para “Dá-me Lume” e “Deixa-me Rir”.

 jorge-palma-e-cuca-roseta15

 

Os êxitos são muitos e abrange várias gerações tal a composição e escrita vanguardista de Palma. Que mostra ainda a habitual improvisação no canto e na parte instrumental. É por direito próprio um dos maiores génios da musica portuguesa.

 

“Portugal, Portugal” e Encosta-te a mim” antecederam um solo em que apenas a sua voz e a magia ao piano ecoaram pela sala “Estrela do Mar”.

 jorge-palma-e-cuca-roseta29

 

Percorridos alguns dos maiores sucessos de Palma, subiu a palco a fadista Cuca Roseta para em duo interpretarem “Riû”, tema que dá nome ao último disco da fadista e que conta com letra de Cuca e musica de Jorge Palma. Como curiosidade, Cuca Roseta pediu esta composição através de um sms a Jorge Palma.

 

 

“Passos em Volta” e “Canção de Lisboa” interpretados pelos dois artistas, antecedeu o momento de fado do serão. Cuca acompanhada por Pedro Viana na guitarra portuguesa, Diogo Clemente na viola de fado e Frederico Gato no baixo, interpretou “Estranha forma de vida” e “Fado dos Sentidos”. No primeiro fado há a destacar o arranjo musical e a interpretação de Cuca Roseta. Não é tradicional e apresenta maior dose de doçura na voz e no modo como passa a mensagem do poeta.

 jorge-palma-e-cuca-roseta31

 

Com todos os músicos em palco, a festa encerrou com “Amor Ladrão”, “Cara D’Anjo Mau” e “A gente vai continuar”…perante um publico que não tendo esgotado o espaço, transmitiu calor nos aplausos dispensados aos artistas.

 jorge-palma-e-cuca-roseta32

 

No final do espectáculo, o Infocul falou com Cuca Roseta que nos revelou que “a primeira vez que surgiu oportunidade de actuar com Jorge Palma foi num evento privado. Uma empresa que nos contratou aos dois para cantar, perguntaram ao Miguel [manager] quem era o meu artista favorito, eu disse que era o Palma e então contrataram-nos aos dois” antes de nos revelar que dado o entendimento nos ensaios e a relação criada, fez com que o manager de Jorge Palma quisesse repetir, “e quando lhe fizeram o convite [para o The Famous Fest] ele sugeriu que fossemos nós os dois”.

 

 

Sobre Jorge Palma referiu ainda que “é o melhor artista que temos no país e nem sequer é valorizado como isso. As pessoas não têm noção do talento dele. Seja a compor, a escrever ou na voz. Mas neste país é sempre assim, as pessoas nunca valorizam na altura certa”.

 

 

Cuca Roseta encontra-se de momento a preparar os concertos nos Coliseus de Lisboa e Porto. Jorge Palma está prestes a comemorar os 25 anos de “Só” com concertos no CCB e Casa da Música.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6682 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.