Jorge Veloso: ‘Amar Amália’ é um “espectáculo para a família, de pessoas que têm 20 anos hoje e provavelmente não viram a Amália”

 

A Fundação Amália Rodrigues recebeu, hoje, a apresentação dos espectáculos ‘Amar Amália, 20 anos de Saudade’ a realizar em Lisboa, Guimarães e Porto, nos meses de Outubro e Novembro.

Em entrevista ao Infocul, o director da Vibes & Beats, Jorge Veloso, começou por revelar que comparativamente ao espectáculo já realizado no Altice Arena e com o mesmo nome, “a primeira grande diferença, é que o primeiro espectáculo que se vai fazer desta nova série de três, é no mesmo dia em que faz 20 anos que a Amália nos deixou e portanto será um marco importante que nós queremos fazer essa marca, esse registo. Depois havia uma necessidade de testar o espectáculo e nós fizemos-lo, correu muito bem. Aliás, 15 dias depois já estava a ser exibido na RTP e juntar tantos artistas conceituados e tantos músicos em palco, como devem calcular não foi uma questão fácil até porque não é só um espectáculo de fado, a Amália é muito mais que fado , a Amália é uma cantora do Mundo e nós queremos levar mais longe não só ao publico de fado, nós queremos que este seja um espectáculo para a família, de pessoas que têm 20 anos hoje e provavelmente não viram a Amália, mas que a sua obra seja revista com canções de fado, canções de pop, canções de rock”.

Em termos de elenco, disse-nos que “isso é uma das grandes alterações que nós vamos fazer, nomeadamente aqui no Altice Arena, a Simone de Oliveira vai entrar para o elenco, como o Jorge Palma, que vai ser uma das grandes surpresas na parte do Fado e na parte pop, e ainda vamos ter a Áurea e os Amor Electro, são três grandes novidades para Lisboa, depois Norte vamos fazer em Guimarães no aniversário do Multiusos e depois vamos fazer no Porto numa sala que está a ser remodelada, vai ser no dia 16 de Novembro”, sem assumir publicamente que será o Super Bock Arena, antigo Pavilhão Rosa Mota, antes de acrescentar que “em Guimarães e no Porto, teremos a Cuca Roseta, e o alinhamento será praticamente o mesmo com Dulce Pontes, Paulo de Carvalho, Simone de Oliveira…”, destacando que “Vanessa da Mata não, foi uma experiência que nós fizemos, mas vamos manter a linha dos outros espectáculos a única diferença é a Cuca Roseta que estará no Norte e o Jorge Palma estará no Sul”, relembrando o primeiro espectáculo no Altice Arena em que contou com a artista brasileira.

Jorge Veloso destacou ainda que “é muito importante, celebrar Amália não é só celebrar o reportório da Amália, porque esta representa o universo da música portuguesa e quisemos nós dar um cunho pessoal ao espectáculo”. Cada artista interpretará quatro temas, 1 da sua discografia e 3 de Amália, sendo que “introduzir um tema do artista foi questão da direcção artística e acho que foi bem conseguido”.

Rematou dizendo que “falar do espectáculo Amália, não é só centralizar numa faixa etária contemporânea da Amália, mas queremos ser abrangentes e queremos que a música e o reportório que se vai cantar, não seja só Amália, porque isto não é só celebrar Amália, mas sim celebrar a música portuguesa”.

Assim, os espectáculos realizar-se-ão a 5 de Outubro, no Altice Arena, 8 de Novembro, no Multiusos de Guimarães, e 15 de Novembro, no Porto.

Um espectáculo que conta com Tiago Pais Dias e Diogo Clemente como directores musicais e que terá os seguintes elencos:

-Dulce Pontes, Simone de Oliveira, Paulo de Carvalho, Marco Rodrigues, Amor Electro e Jorge Palma no Altice Arena;

-Dulce Pontes, Simone de Oliveira, Paulo de Carvalho, Marco Rodrigues, Cuca Roseta, Amor Electro e Áurea em Guimarães e Porto.

 

 

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6335 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.