José Gonçalez está de regresso aos discos com um trabalho “Improvável”

José Gonçalez - capa disco

 

“Improvável”, o novo disco de José Gonçalez com o selo da Sony Music, marca o regresso do artista às edições discográficas. “Alentejo, Um Ar de Festa” é o single de apresentação deste trabalho, uma ode à região de onde Vitorino e José Gonçalez são naturais.

 

 

Neste disco, José Gonçalez assume todas as autorias, letras e músicas dos dez temas que o compõem, à excepção do dueto com Cuca Roseta, uma parceria com Tozé Brito. Para cada tema, José Gonçalez convidou dez dos mais brilhantes artistas portugueses para consigo interpretarem as canções, escritas a pensar em cada um: Cuca Roseta, FF, Filipa Cardoso, Gonçalo Salgueiro, Jorge Fernando, José Cid, Júlio Resende, Maria da Fé, Sangre Ibérico e Vitorino.

 

 

A produção ficou a cargo do mais galardoado produtor e um dos mais brilhantes músicos portugueses, Jorge Fernando. Na guitarra portuguesa, Ângelo Freire,  José Manuel Neto( que participa apenas no tema interpretado por José Gonçalez e Maria da Fé); na viola, Jorge Fernando; no baixo, Francisco Gaspar e Máximo Ciuro; no cavaquinho e bandolim, Edu Miranda; nas percussões, Rafa Zamorano; na bateria, David Jerónimo; e nas teclas, José António Pedro.

 

 

Nas palavras de José Gonçalez: “Deve ouvir-se este disco, não enquanto um disco de fado, mas um disco de música, feito por muita da gente do fado! Fica o desafio para que se possa ouvir este disco até ao fim, convidando cada um dos ouvintes a uma viagem inesperada e surpreendente, numa clara fusão de géneros, sensibilidades, e influências, onde até a electrónica se mistura e funde com os textos, e os instrumentos tradicionalmente portugueses.”

 

 

“Improvável” é provavelmente o disco mais surpreendente editado em Portugal nos últimos tempos!

 

 

 

 

Alinhamento:

 

1. É Sempre Assim… Entre Vinho Tinto e Gin! (com Sangre Ibérico e Ângelo Freire)

2. Alentejo, Um Ar de Festa (com Vitorino e Jorge Fernando)

3. Uma Ponta D’Ilusão (com Cuca Roseta, Edu Miranda, Ângelo Freire e Máximo Ciuro)

4. Caminho! (com Gonçalo Salgueiro e Ângelo Freire)

5. Culpas Par’as Desculpas! (com Filipa Cardoso, Ângelo Freire e David Jerónimo)

6. Meu Amigo (com Jorge Fernando e Ângelo Freire)

7. A Luz do Teu Sorriso (com José Cid & Big Band)

8. Por Magia, Ou Por Encanto! (com Maria da Fé e José Manuel Neto)

9. Cantar é Celebrar a Poesia! (com FF e Ângelo Freire)

10. Eu Tenho Tanta Pena… Pai! (com Júlio Resende)

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6771 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.