José Miguel Costa editou “Santa Bárbara de Padrões – A Identidade de uma Freguesia” em homenagem a terra natal

 

 

José Miguel Costa é um jovem de 19 anos, natural de Santa Bárbara de Padrões, concelho de Castro Verde, e editou um livro de homenagem, valorização e divulgação do património da sua terra natal, intitulado “Santa Bárbara de Padrões – A Identidade de uma Freguesia”.

Actualmente o jovem alentejano estuda em Lisboa e frequenta o 2º ano da licenciatura em Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Neste livro revela que “reuni um conjunto de informações e testemunhos que permitiram editar um livro, de autor”, em Agosto de 2018.

Revela que “o acolhimento da comunidade foi surpreendente por parte de todas as gerações, desde os mais idosos aos jovens da minha idade. Esse acolhimento foi motivador de outras acções, através das quais procuro dar continuidade ao trabalho de preservação e divulgação do património, das tradições e costumes da aldeia, da freguesia e da região”, explicando que “além da publicação do livro agendei um conjunto de apresentações temáticas sobre o património destinadas a alunos das escolas da região, tendo já realizado algumas sessões. Em Fevereiro passado foi apresentada esta perspectiva sobre o património material e imaterial, conjuntamente com o livro editado, na Casa do Alentejo em Lisboa, numa sessão que teve “casa cheia“.

Sobre a valorização do património local, relembra que “no dia 4 de dezembro (dia de Santa Bárbara) foi disponibilizado um espaço na internet sobre o mesmo tema, valorizando muito especialmente a vertente do património arqueológico e das lucernas descobertas nesta localidade que foram retiradas do local original e que integram o Museu da Lucerna em Castro Verde, sede de concelho. Trata-se de um blog, cuja designação é “Lucerna”, com um logótipo alusivo ao nome mas também ao Alentejo, mais especificamente ao “monte alentejano” com as portas e janelas abertas e com as cores tradicionais das casas típicas da região” e que pode ser consultado aqui”.

O livro “conta com o reconhecimento do Senhor Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa, que me enviou uma carta de felicitação após ler o meu livro definindo o meu trabalho como um “bem haja“, acrescenta.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6518 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.