Lenita Gentil actua no Teatro Villaret, em Lisboa, no dia 20 de Novembro, a partir das 21:30. Em entrevista ao Infocul desvendou os convidados para esse concerto.

‘Lenita’ é o mais recente disco de Lenita Gentil e será a base do alinhamento do espectáculo que levará ao palco do Teatro Villaret, em Lisboa. Antes, conversou com o Infocul e falou sobre a carreira, o novo disco e revelou até a vontade, que teve em tempos, de um dueto com Pavarotti.

Lenita, como tem estado a correr a aceitação do público a este mais recente disco?

Acho que está a ser muito bem aceite pelo público, pelo menos o feedback tem sido óptimo.

Para o Teatro Villaret o que pode já ir desvendando?

Vou apresentar praticamente todo este CD, e também cantar dois ou três temas, mais antigos e conhecidos de todos.

Terá convidados?

Sim, vou ter alguns convidados. Ricardo Ribeiro, Maria da Fé, Alexandra e Natalino de Jesus.

Quem serão os músicos que a irão acompanhar em palco?

Fernando Silva na Guitarra Portuguesa, João Filipe na Viola, Nani no Baixo e António Barbosa no Violino.

Com uma vasta carreira, ainda sente nervosismo a subir a um palco?

Sempre! Quando se tem o sentido de responsabilidade, é normal.

Tem alguma superstição antes de subir a palco?

Não, apenas peço que corra bem.

Quando começou a cantar, alguma vez pensou ter um percurso tão longo?

Sim, pensei ter uma carreira longa, mas, nunca se sabe.

Em algum momento pensou fazer outra coisa na vida, durante o percurso na música?

Não, nunca pensei.

O que ainda lhe falta e o que ainda quer fazer na música?

Acho que ainda falta alguma coisa e acho que ainda quero fazer muito mais.

Há algum artista com quem gostasse de fazer um dueto?

Houve uma altura que gostava imenso de cantar a Granada, com o grande Pavarotti.

Como convida o público a esgotar a sala do Villaret?

Gostava imenso, de encher o Villaret, venham, que vai haver surpresas.

Actuar em Lisboa dá outra responsabilidade?

Acho que a responsabilidade é igual em todo o lado.

Qual a mensagem que deixa aos nossos leitores?

Foi um gosto enorme, ter esta agradável conversa, sejam felizes, e venham ter connosco ao Villaret. Beijinhos grandes.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6441 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.