Luís Rouxinol: “Comemoro 33 anos de alternativa sem ainda ter toureado este ano. É triste.”

Foto: Reprodução site Luís Rouxinol

O cavaleiro de Pegões, comemora hoje, dia de Portugal, 33 anos de alternativa. Rouxinol não deixou passar o dia em branco, e publicou um texto no seu site oficial.

Deixamos aqui o texto na íntegra :

Para quem está habituado a atuar entre 30 a 40 corridas por temporada, sendo na maioria das vezes o líder de escalafón, 2020 está a ser um ano atípico e difícil.

Luís Rouxinol comemora hoje, 10 de junho, 33 anos que se tornou cavaleiro profissional em Santarém. Uma carreira que ganhou a pulso, com sacrifício e muita entrega nas arenas, sendo o seu mérito reconhecido pelo público ao longo destas mais de três décadas.

Hoje, Rouxinol não está feliz: “Comemoro 33 anos de alternativa sem ainda ter toureado este ano. É triste.

A doença Covid-19 trouxe não só o medo, como a suspensão dos festejos taurinos, pelo que Luís Rouxinol ainda não toureou em público em 2020.

Em fevereiro, ao início da temporada, já Luís Rouxinol tinha quase duas dezenas de espetáculos agendados para este ano. Contratos que ficaram depois inviabilizados com o surgimento da pandemia.  “Estava anunciado num Festival Taurino no início de março em Alcochete. Caí aqui em casa num treino, fiz uma luxação no ombro e não pude ir… Veio o vírus e não toureei mais!”, refere o cavaleiro de Pegões com alguma mágoa.

No entanto, e face aos últimos desenvolvimentos, Luís Rouxinol ainda acredita que poderá cumprir com a sua participação em algumas corridas este ano. “Todos os espetáculos estão a regressar ao ativo, só faltam os toiros. Não vejo razão para não se realizaram também já espetáculos taurinos mesmo com as limitações que pretendem impor”. 

Que assim seja e Luís Rouxinol possa festejar os seus 33 anos de alternativa numa das nossas praças de toiros.

One thought on “Luís Rouxinol: “Comemoro 33 anos de alternativa sem ainda ter toureado este ano. É triste.”

  • Avatar

    Vai trabalhar deixa os animais em paz.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.