Luís Rouxinol e Aposento da Moita triunfam na 52ª Corrida de Touros RTP

Luis Rouxinol -2037

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Campo Pequeno recebeu esta quinta-feira a 52ª Corrida de Touros RTP, com o cartel a ser composto pelos cavaleiros António Ribeiro Telles, Luis Rouxinol e Marcos Bastinhas. Os forcados amadores de Santarém e do Aposento da Moita pegaram touros da ganadaria de Murteira Grave. O espectáculo abriu com os Sangre Ibérico a interpretaram três temas juntando as sonoridades do fado e do flamenco.

 

 

 

 

 

 

Sangre Ibérico

Sangre Iberico-1811 Sangre Iberico-1812

 

O trio composto por Alexandre Pereira (Voz e Percussão, Cajón Flamenco), André Amaro (voz e guitarra) e Paulo Maia (guitarra) tiveram ainda Maximo Ciuro como convidado especial. Interpretaram três temas com elevada qualidade. A voz poderosa juntamente com o dedilhar quase poético da guitarra ritmados pela percussão, tornam este grupo numa das melhores colheitas da musica portuguesa nos últimos anos. Portugal e Espanha nunca estiveram tão próximos. O caminho será longo, visto serem três jovens talentos, mas certamente vitorioso, pois se no Got Talent já causavam impacto a quem os ouvia em casa, ao vivo proporcionam momentos arrebatadores.

 

 

Corrida de Touros

 

A 52ª Corrida de Touros RTP contou com um excelente curro de touros de Murteira Grave que permitiram boas lides aos ginetes e dificultaram em muito a vida aos dois grupos de forcados.

CorridaRTP-2611 CorridaRTP-2613

 

António Telles consegui uma lide de excelente nível no seu primeiro touro e cumpriu a função sem brilho no seu segundo touro. Apresentou o seu toureio clássico, de frente e ao estribo.

António Ribeiro Telles -1921 António Ribeiro Telles -1925

 

Luis Rouxinol foi o grande triunfador da corrida com duas lides empolgantes. O cavaleiro de Pegões não sabe estar mal, mas no Campo Pequeno esteve extraordinário com duas lides diversificadas no que ao toureio apresentado diz respeito. Esteve exuberante na brega, correcto na escolha dos terrenos e alcançou verdadeiros ferros de “estalo”, de fazer parar o tempo e a respiração. Venceu o prémio para a melhor lide de forma justíssima.

Luis Rouxinol -2022 Luis Rouxinol -2052

 

 

Marcos Bastinhas esteve muito bem no seu primeiro touro com grande transmissão. Cravou correctamente e apresentou um toureio alegre e diversificado. No segundo cumpriu a função, com destaque para um bom ferro curto, mas sem o brilhantismo da primeira lide. Contou nas bancada com o apoio do seu pai, o também cavaleiro Joaquim Bastinhas a quem dedicou a segunde lide.

 

Marcos Bastinhas -2137

Marcos Bastinhas 2177

 

No que à forcadagem diz respeito, vida muito difícil para os dois grupos na noite lisboeta com algumas lesões, mas também com muita emoção em algumas pegas bem conseguidas. José Maria Bettencourt, cabo do Grupo de Forcados do Aposento da Moita, venceu o prémio para melhor lide.

 

Grupo de Forcados de Santarem-2265 Grupo de Forcados do Aposento da Moita

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6784 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.