Mais uma edição do Rock Fest em Proença-a-Nova

rock fest

 

Bizarra Locomotiva, Peste & Sida, The Poppers, Fast Eddie Nelson e Insch serão os artistas que vão subir ao palco do Rock Fest no dia 24 de Junho.

 

 

Os Bizarra Locomotiva são hoje a principal referência do género no panorama musical Português e foram criados em 1993. Já com 24 anos de carreira e seis álbuns editados, para além da presença em inúmeros festivais, a banda promete não deixar ninguém indiferente.

 

 

Oriundo da cidade do Barreiro, Fast Eddie Nelson, começou a escrever, gravar e editar música no início dos anos 90. Tendo integrado projectos como Gasoline, The Sullens, Los Santeros, Big River Johnson e Fast Eddie & the Riverside Monkeys, tem editado os últimos trabalhos em nome individual. Num percurso musical que navega livremente entre os Blues, o Rock, o Folk, o Bluegrass e algum psicadelismo, o artista tem editado música proliferamente em edições próprias e em participações em colectâneas.

 

 

Os The Poppers vão demonstrar em Proença-a-Nova que o rock não passa de moda e vão assumir com orgulho essa herança que pode ser vista quando tocam ao vivo, ganhando uma intensidade e vitalidade em palco que só quem já os viu ao vivo pode descrever. São uma banda experiente, provocadora, intensa, cativante e cheia de atitude. Não é raro haver convidados especiais no palco a partilhar com eles canções, ou até membros do público chamados para tocar ou cantar expontâneamente com a banda. O grupo tem tanto de imprevisíveis como de perfeccionistas, sempre com grande qualidade aliada à espontaneidade. O colectivo lançou, em Janeiro, o seu novo disco de originais, “Lucifer”.

 

 

Os Peste & Sida foram uma das históricas bandas dos anos 80 da música portuguesa. Formados em 1986, os Peste & Sida são uma das grandes referências da música Rock feita em Portugal na década de 80. A banda está a celebrar os 25 anos de carreira com a edição de um livro. Com edição da Ulmeiro Editora, “Peste & Sida – 25 anos de Veneno” assinala a já longa carreira da banda lisboeta que também lançou o disco “25 anos de Veneno”, onde participaram diferentes bandas nacionais.

 

 

Para finalizar o programa estão os Insch. Da sala de ensaios avistam-se as ondas da Ericeira que rebentam organicamente nas canções dos insch em ecos de Nirvana, Deftones, Nine Inch Nails, Bush ou Incubus. O caminho é ainda curto mas tão acelerado que fez dos insch “Banda do ano 2015” para a BalconyTV Lisboa, um dos “8 artistas musicais desconhecidos que tem mesmo de conhecer” para a New In Town e ainda presença assídua no top 10 de pedidos dos ouvintes, na SuperFM. O trio da Ericeira (Manel Gomes (baixo), Miguel Rodrigues (bateria) e Tiago Duarte (guitarra e voz) apresenta o álbum de estreia, “Safe Haven

 

 

O melhor do rock pode ser visto em Proença-a-Nova no Rock Fest.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.