Arte Fora do Sitio

 

O ARTE FORA DO SÍTIO, que conta já com a sua 11ª edição, nasceu do trabalho desenvolvido pela Divisão da Juventude da Câmara Municipal de Matosinhos e o Conselho Consultivo da Juventude. Este integra diversas gerações de artistas, primando pela irreverência e inconformismo, através da interação informal com o público nas suas diversas ações.

 

 

Ao longo de dois dias o público poderá assistir e participar numa programação ininterrupta, em formatos não convencionais, onde coincidem performances de música, dança, desporto, artes performativas, graffitties, animação de rua e desportos radicais.

 

 

Um evento transversal que já se consolidou na agenda cultural de Matosinhos, conforme comprovam os milhares de pessoas que, de ano para ano, vão enchendo cada vez mais o Jardim Basílio Teles, fazendo deste um extraordinário sucesso.

 

 

Um evento onde público e artistas se juntam num grande espetáculo de exaltação às artes.

 

 

Este ano contaremos com a apresentação do Fernando Alvim e atuações nas áreas da dança, música, desportos informais, ginástica rítmica, capoeira e teatro. Simultaneamente haverá lugar para uma série de momentos de animação, protagonizados por mimos, equilibristas, malabaristas e banda de dixie. Será disponibilizado um skate park para que os amantes da modalidade possam experimentar acrobacias. Ao longo de todo o fim de semana, será construído, por 6 artistas, um mural de graffities alusivos à história e cultura de Matosinhos. Os mais novos terão também um espaço exclusivo para eles, com atividades de animação, insufláveis, pinturas faciais, manualidades, entre outras.

 

 

A tarde de sábado será marcada por dois eventos, a realização de uma breakdance battle entre diversos grupos concorrentes. No final serão atribuídos prémios para os vencedores, que serão escolhidos por um júri da área e uma feira de artigos usados “Bye Bye Closet”.

 

 

O primeiro dia de atividades termina, pelas 18h30, com o concerto dos Souls of Fire, banda mítica de Leça da Palmeira, de inspiração raggae, que tem como grandes sucessos “Souls of Rastaman” e “Bens materiais”. A primeira parte do concerto será assegurada pela cantora “Denise”.

 

 

Proveniente do movimento “abraços grátis”, o “Group Hug” pretende reunir o maior número de pessoas num abraço coletivo em torno de uma causa solidária.

 

 

Em 2015, em parceria com o projeto VEM – Voluntariado em Matosinhos, unimo-nos em prol da associação NoMeiodoNada e do seu projeto, pioneiro em Portugal – Kastelo, Unidade de Cuidados Continuados e Paliativos para crianças dos zero aos dezoito anos, tendo contado com a presença de cerca de 400 pessoas.

 

 

Nesta edição, objetivo é envolver a comunidade no apoio à inclusão do cidadão com deficiência mental. Assim, contando com a presença do ALADI- Associação Lavrense de Apoio ao Diminuido Intelectual e a APPACDM- Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental, pretende-se juntar centenas de pessoas, num abraço gigante em torno da aceitação da DIFERENÇA.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6334 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.