‘Minha Voz’ de Sofia Ferreira: A Pérola do Atlântico oferece uma Pérola ao Fado

 

 

‘Minha Voz’ é o novíssimo disco de Sofia Ferreira, fadista madeirense, natural do Funchal. Um disco que surpreende e com uma escolha de repertório que merece realce.

Sofia Ferreira tem a, rara, capacidade de a sua voz e o seu canto soarem a verdade ao ouvinte. O Fado de Sofia mais do que cantado é vivido e isto é o que qualquer amante do Fado busca. Por vezes são noites e noites em busca…neste caso basta um disco para encontrar.

O disco abre com o tema que dá nome a este trabalho, ‘Minha Voz’, com letra de Gonçalo Salgueiro e música de Armando Machado.

Gonçalo Salgueiro, a celebrar 20 anos de carreira, assina mais dois temas neste disco: “Nunca mais triste’ e ‘Meus lábios sangram Fado’. Este último, minha opinião, um verdadeira obra-prima a que Sofia potencia com o seu canto. Perceber a intensidade do autor e da fadista e deixar-se embarcar nesta epopeia é, garanto-vos, um dos vários interesses deste disco.

‘Nunca mais triste’ conta com música de Miguel Ramos e ‘Meus lábios sangram Fado’ conta com música de Joaquim Campos.

Deste disco nota ainda para ‘À beira do Cais’ (António José/Manuel Viegas), ‘Fado de Horas’ (José Belo Marques), ‘Cuidei que tinha morrido’ (Pedro Homem de Mello/Alain Oulman) e ‘Nessa Noite a esta hora’ (Maria de Lurdes Carvalho/Acácio Gomes).

Sofia Ferreira assina, e meritoriamente, ‘Destino’, o tema que encerra este disco. E se a Madeira é Pérola do Atlântico, Sofia é uma verdadeira Pérola num Fado cada vez mais descaracterizado e a quem ela traz a verdade que um verdadeiro Património Imaterial da Humanidade exige.

Para culminar, ‘Limão verde limão’, conta com a participação da sua filha, Maria Leonor. Um tema por demais conhecido, num extraordinário contraste vocal entre o poderio de Sofia e a pureza e ternura de Maria Leonor.

Pedro Marques tem, enquanto produtor, o mérito de neste disco potenciar ao máximo Sofia Ferreira, destacando-se ainda nos arranjos feitos.

Os músicos contam com participação sublime neste trabalho que, convictamente, espero que permita a Sofia Ferreira abraçar o mundo, principalmente o mundo ansioso por ouvir verdade, através da música.

Sofia Ferreira foi acompanhada, instrumentalmente, por Pedro Marques (na guitarra portuguesa; craviola no tema ‘Destino’), Emanuel Faria (craviola), Miguel Marques (viola baixo), Eugénio Costa (piano no tema ‘Cuidei que tinha morrido’) e Melissa Janice (violino no tema ‘Destino’).

O disco conta com produção e direcção musical de Pedro Marques, foi gravado por Paulo Ferraz, com assinatura da mistura e masterização a cargo de João Magalhães.

Destaque ainda para os arranjos de Marino de Freitas no tema ‘Minha Voz’, os arranjos de Pedro Marques nos restantes temas e participação de Maria Leonor no tema ‘Limão verde limão’.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6410 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.