Miranda do Douro recebe Visitação à Ópera Sansão e Dalila

 

 

 

O projecto “Ópera na Academia e na Cidade” faz a sua estreia, no próximo dia 24 de Novembro, pelas 21:30, na Concatedral de Miranda do Douro, com o ciclo de realizações da Visitação à Ópera Sansão e Dalila de Camille Saint-Säen.

 

 

A “Ópera na Academia e na Cidade”, projecto pioneiro em Portugal, nasce com o objectivo de fomentar a actividade artística e cultural junto da Academia e da Comunidade. A produção de conteúdos de uma Companhia de Ópera com as competências e flexibilidade necessárias à itinerância é outro dos pressupostos centrais da sua criação. Pretende-se que Universidades, Escolas, Municípios e Instituições da Sociedade Civil se associam para celebrar a arte musical e o seu cruzamento com outros saberes.

 

 

A Visitação integra a programação cultural da Associação de Municípios do Douro Superior, a programação do Comissariado Cultural da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e a XI Temporada de Música do Instituto Superior Técnico.

 

 

Para além da sessão de estreia em Miranda do Douro, a Visitação à Ópera Sansão e Dalila terá mais duas apresentações: uma no Auditório da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, no próximo dia 6 de Dezembro. No dia seguinte será a vez do Salão Nobre do Instituto Superior Técnico.

 

 

O espectáculo conta no elenco com Carlos Guilherme no papel de Sansão, Maria Ermolaeva como Dalila e Pedro Telles na pele de Grande Sacerdote de Dagon. A narração estará a cargo de Henrique Silveira. A Orquestra da Ópera na Academia e na Cidade será dirigida pelo Maestro José Ferreira Lobo. Entrada livre.

 

 

Para o maestro José Ferreira Lobo, um dos principais impulsionadores do projeto “Ópera na Academia e na Cidade”, este ciclo “marca a ligação entre a Academia e a Cidade, através de um roteiro, onde se deseja encurtar não só a distância entre o conhecimento e a arte, como a Universidade e Cidadãos”.

 

 

Sansão e Dalila é a história bíblica do Livro dos Juízes que relata parte dos conflitos entre Filisteus, que hoje se supõe serem gregos, e os Hebreus. Toda a ópera está centrada em torno do dueto de amor entre os dois personagens centrais.

 

 

A Ópera na Academia e na Cidade é uma Associação Cultural que congrega a Universidade do Porto, que preside, o Instituto Superior Técnico, Instituto Politécnico de Leiria, escolas de referência, Municípios e Instituições da Sociedade Civil. Entrada livre.

 

 

 

Próximas sessões:

Auditório da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto

6 de Dezembro: 21:30

Salão Nobre do Instituto Superior Técnico

7 de Dezembro: 21:30

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.