Morreu Carlos Gonçalves, guitarrista de Amália e nome maior da guitarra portuguesa

D.R.

 

Faleceu, hoje, Carlos Gonçalves. Um dos nomes maiores da guitarra portuguesa, tendo inclusive acompanhado Amália Rodrigues.

Carlos Gonçalves nasceu em Beja, a 3 de Junho de 1938, deixando a todos os amantes do fado, e da música em geral, uma obra inigualável e de incalculável valor.

O Museu do Fado destaca, no seu espaço cibernético, que “entre 1968/69, torna-se guitarrista de Amália Rodrigues, integrando o grupo liderado então por Fontes Rocha. A sua técnica e sensibilidade musical evidenciam-se na composição de diversos arranjos e de músicas para a voz da fadista, com especial destaque para “Lágrima” e “Grito“.

A paixão pela guitarra portuguesa começou ao ouvir os programas “emitidos pela Emissora Nacional, através dos mestres José Nunes e Raul Nery, as suas referências fundamentais”.

Nas redes sociais há já vários artistas a lamentar a morte de Carlos Gonçalves, destacando-se o também guitarrista Ângelo Freire com uma emotiva mensagem: “Não consigo descrever a minha tristeza neste momento!
Aprendi tanto, mas tanto com ele, gravou comigo o meu primeiro disco. Porque é que ELE só leva os bons?!?!
Meu querido Carlos, descanse em paz! Que grande ovação com que você vai ser recebido no céu! Até sempre!❤️

One thought on “Morreu Carlos Gonçalves, guitarrista de Amália e nome maior da guitarra portuguesa

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.