Mostra de Teatro Breve em Contentores “explora” a imagem em três excelentes textos

arrowarrow


A 4ª Mostra de Teatro Breve em Contentores produzida pela Buzico! Produções Artistiscas apresenta na primeira edição deste ano, três peças que contam com um denominador comum: a imagem. Três peças em que as interpretações não deixam o público indiferente.

 

O primeiro espectáculo do dia começa às 20:30 e será a peça “Moldes de Imagem”. Este texto é de António Carlos Andrade e têm Elizabeth Bochmann e Nina Névoa na interpretação. “Moldes de Imagem” conta a história de uma jovem que é chamada para uma reunião. Acontece que não é o desempenho que está verdadeiramente em causa, mas sim a imagem da empregada, da empresa e da directora. Utilizando o humor negro, esta peça faz-nos pensar sobre a imagem que achamos que transmitimos e a ideia que os outros têm da nossa imagem. Duas interpretações excelentes, esta é na nossa opinião a melhor peça esta mostra de teatro breve. Porque retrata algo que acontece diariamente, porque o texto está muito bem escrito, e porque as actrizes conseguem através da sua performance captar do inicio ao fim a atenção do público.

 

 

A “Refém” conta a história de “um assaltante que invade a apresentação do livro de uma reconhecida blogger portuguesa, fazendo reféns todos os presentes no evento. Enquanto lá dentro se desconhece o que estará a acontecer do lado de fora, desenrola-se um combate de palavras entre os dois protagonistas. Ambos têm algo a fazer e é o cruzamento entre as intenções de cada um que resolverá o conflito instalado naquela sala. Numa época de tensão social, por um lado, e de banalização cultural, por outro, os confrontos podem ser dramáticos ou então simplesmente divertidos” informava previamente a nota de imprensa. É uma peça que apesar de algum dramatismo fruto do assalto consegue através do humor soltar muitas gargalhadas.

 

 

A última peça fala sobre violação de menores e de um casamento de duas pessoas licenciadas que não corre nada bem. “Cidade” conta a “história de duas mulheres, no mesmo local, à mesma hora. Não se vêm, não conversam uma com a outra, não ouvem nada a não ser a própria voz num relato de acontecimentos que se cruzam e completam. Contam as duas a mesma história feita pelas mesmas personagens. Uma história que resume desejos, erros, medos, arrependimentos, crimes reflectidos em afectos que existem nesta Cidade e em qualquer outra” informa a nota de imprensa. Uma peça com um texto actual mas com a menos conseguida das interpretações das três peças apresentadas. Uma dicção nem sempre correcta e uma linguagem corporal que não dava força às palavras. Contudo uma peça a ser vista com atenção pois tem um texto excelente.

 

 

Esta mostra volta a ser uma aposta de grande qualidade por parte da Buzico! e começa a ser uma das imagens de marca da produtora. Em conversa com Duarte Nuno Vasconcellos, responsável da Buzico!, o mesmo informou-nos que “se não me falha a memória, e porque não tenho aqui presente, recebemos à volta de 12 candidaturas”, que foram avaliadas por um júri composto por seis elementos, dois pelo Village Underground Lisboa e quatro pela Buzico!, cuja identidade não nos foi possível apurar. O produtor revelou-nos que na avaliação às peças é feita com base em texto, sinopse, biografia dos intervenientes e a cenografia, pois tendo em conta que se trata de uma exibição em contentores, há que ter em linha de conta a dimensão dos mesmos, algo que muitas vezes não é tido em linha de conta pelos candidatos.

 

 

Das nove apresentações previstas (cada apresentação conta com as três peças), ontem aquando da entrevista (sensivelmente 19:00), havia já cinco apresentações esgotadas. Caso a procura aumente em vez das nove apresentações podem ser concretizadas 12, segundo nos revelou também o produtor.

 

 

Se ainda não foi ontem, tem ainda este sábado e domingo para poder apreciar três belíssimos textos, interpretados dentro de contentores. Depois de ontem termos assistido às três peças, não podemos deixar de informar, que vale mesmo a pena assistir.

 

 

O preço é de 9€,com desconto para os profissionais do espectáculo. Os bilhetes estão disponíveis nos locais do costume e podem ser adquiridos na bilheteira até às 19:30,no próprio dia do espectáculo. Com um bilhete pode assistir aos três espectáculos.

 

Fotografias dos espectáculos gentilmente cedidas pela produtora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.