É uma das principais referências da música nacional e depois do muito aclamado “Hypersex” e de várias músicas e projectos que foi revelando nos meses que se seguiram, Moullinex prepara-se para trazer novidades em 2020 e essas novidades começam logo em Janeiro. Dias 23, 24 e 25, o Musicbox, em Lisboa, recebe três noites de Moullinex, que se pretendem especiais e repletas de música nova.

O conceito é simples mas nada como as palavras do próprio para o descrever na perfeição:

Ando a preparar um disco novo para 2020. Tem sido um processo bonito e assustador, cheio de convicção, mas também insegurança. Por estar a evitar tanto os meus atalhos habituais, confortos e vícios, talvez seja o trabalho em que me desafiei mais artística, emocional e tecnicamente. 2019 foi o ano em que abri o jogo e partilhei música nova sem a pressão de a guardar e aguardar pelo lançamento de um novo álbum. No início de 2020 quero levar isso mais além. Quero mostrar o processo ao vivo. Trazer as criações feitas no conforto das quatro paredes para a rua, para passearem e serem expostas a ao público. Chegou a fase de transpor estes temas para concerto. É uma altura pela qual anseio, mas que sempre temo. Vou estar humildemente exposto, em modo “rough mix“. Durante três noites levarei o estúdio para o Musicbox. Vou tocar temas novos e fazer novos arranjos para temas antigos. Esta exploração será em aberto com a banda, convidados (surpresa, como é habitual…) e público. Algo especial que nunca se irá repetir. Mal posso esperar para partilhar tudo isto convosco.

Será portanto, uma noite de celebração, com muitas surpresas, repleta de amigos e apreciadores da música na sua essência. Os bilhetes para estas três noites já estão à venda em bol.pt e nos locais habituais por 12€ para uma sessão ou 30€ para uma edição limitada que dá acesso às 3 noites de festa.

 

One thought on “Moullinex apresenta Rough Mix no Musicbox

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.