Município de Amarante evoca centenário da morte de Amadeo de Souza-Cardoso

 

 

 

O Município de Amarante inicia, a 25 de Outubro – dia em que se completam cem anos sobre a morte de Amadeo de Souza-Cardoso, – um ciclo de actividades em torno do artista, que se prolongará até Outubro de 2019 e terminará com a realização da 12ª edição do Prémio Amadeo de Souza-Cardoso, de periodicidade bienal.

 

Na tarde do dia 25 serão dadas a conhecer as linhas gerais do Programa associado à efeméride, que incluirá iniciativas promovidas pelo Município e pelo Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso (MMASC), ou em parceria com outras instituições.

 

O centenário da morte de Amadeo de Souza-Cardoso é uma data que, para o Município de Amarante configura, certamente, um acréscimo de responsabilidade, mas que representa também uma oportunidade para valorizar o legado de um dos seus nomes maiores”, refere José Luís Gaspar, presidente do município.

 

Mas, acrescenta, as iniciativas a desenvolver “só farão sentido se merecerem o envolvimento e a participação da nossa comunidade, como forma de reconhecimento pela relevância da sua obra e pela importância do nome de Amadeo, um dos maiores vultos que Amarante viu nascer”.

 

Para António Cardoso, Diretor do MMASC, “recordar mais uma vez Amadeo (agora no centenário da sua morte) é exigência cultural e cívica, que só uma forte personalidade de projecção nacional e internacional convoca”, lembrando que já Almada Negreiros afirmara, que Amadeo de Souza-Cardoso era, ao tempo, “a primeira descoberta de Portugal na Europa do século XX”.

 

A evocação do centenário da morte de Amadeo inicia-se, pelas 15:00, com a apresentação, no Ateliê da Casa do Ribeiro, em Manhufe, do livro “Amadeo, Vida e Arte”, da autoria de Luís Damásio (15:00), seguindo-se, pelas 18:00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a apresentação das linhas gerais das actividades a realizar no âmbito da efeméride e do Programa de ampliação do Museu Municipal Amadeo de Souza Cardoso, a cargo da projectista Andrea Soutinho.

 

Pelas 18:30 terá lugar a Sessão Solene Evocativa do Centenário do Falecimento de Amadeo de Souza-Cardoso e, às 22:00, terá início um Concerto no espaço da exposição permanente do MMASC.

 

Programadas estão já actividades para o mês de Novembro. A 10 de Novembro, pelas 16:00, será feita, nas instalações do MMASC, a apresentação do livro de banda desenhada “Amadeo a Vida e Obra entre Amarante e Paris”, de Jorge Pinto (texto) e Eduardo Viana (ilustração). A 14 de Novembro, pelas 22:00, terá lugar, no MMASC, a estreia nacional da peça de teatro “Amadeo e o Mundo às Cores”, encenada pela companhia Filandorra – Teatro do Nordeste, a partir de obra homónima de José Jorge Letria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.