Três gerações, a avó, Dona Maria (Carla Andrino), a filha, Lídia (Joana Leal) e a neta, Sofia (Andreia Valles). Três mulheres que aprendem a viver diariamente com o Alzheimer que entrou na sua casa sem pedir autorização. Juntas, vão perceber como é possível salvaguardar a dignidade de um doente com demência, ao mesmo tempo que mostram ao público como elas próprias enfrentam tamanha adversidade.

“Nem Tudo o Tempo Levou” leva ao palco do Auditório dos Oceanos Casino Lisboa uma passagem pelo tempo e pela imprevisibilidade da demência num espectáculo que prova como todos os membros da família são essenciais num momento com tamanha complexidade e como o amor consegue enfrentar qualquer batalha. “Nem Tudo o Tempo Levou” é um espectáculo sobre a maneira como escolhemos viver e convida o espectador a um balanço.

“De entre as dezenas de personagens que já interpretei, e com o devido respeito a todas elas por terem feito de mim a mulher e actriz que hoje sou, a Avó Maria é, provavelmente, a personagem da minha VIDA”, faz questão de partilhar Carla Andrino com a dedicação que lhe é característica.

A peça, com texto original de Sandra Leal e música de Simon Wadsworth e António Leal, conta ainda com Pedro Pernas, Hugo Rendas e Rafael Pina no elenco principal. A estes, juntam-se Constança Correia e Rodrigo Matias, alunos da Contracanto, que interpretarão, respectivamente, as personagens de Sofia e André na adolescência.

“Nem Tudo o Tempo Levou” estreia a 14 de Fevereiro no Auditório dos Oceanos Casino Lisboa, e terá sessões todas as sextas-feiras e sábados às 21:30 e aos domingos às 17:00, até 3 de Março. Os bilhetes já estão à venda nos locais habituais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.