NOS Alive: Pedro Seabra- Um talento a necessitar de rodagem, no EDP Fado Café

 

 

Pedro Seabra actuou no EDP Fado Café e demonstrou talento, pese algumas falhas na dicção em alguns temas, tenham diminuído a qualidade da sua actuação.

 

 

No segundo espectáculo que deu neste palco, Pedro Seabra apostou num alinhamento que demonstrou conhecimento do festival em que se apresentava. Um alinhamento fadista mas que abrangeu, também, outras sonoridades além do fado.

 

 

Com boa presença em palco, bons músicos e uma presença assinalável de público, a dicção foi mesmo o ponto menos positivo desta actuação. Mais espectáculos, persistência e foco, resolverão por certo esta situação.

 

 

Destaque para “Triste Sorte” de Alfredo Marceneiro e João Ferreira Rosa, dois temas em castelhano e ainda um “Bairro Alto” bem interpretados. Trigueirinha foi exemplo da má dicção.

 

 

Fez-se acompanhar por Bernardo Romão, na guitarra portuguesa; João Veiga, na viola; Francisco Gaspar, no baixo, Salvador Seabra, na percussão e Tomás Franco, nos teclados.

 

Texto: Rui Lavrador
Fotografias: João de Sousa

 

 

 

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 12/07/2018


About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

_