dbandada

 

A uma programação cuidada, feita de várias latitudes e formatos, o Porto respondeu saindo à rua e invadindo as ruas da Baixa com uma multidão de mais de 200 mil pessoas a juntar-se de, forma compacta, nos muitos palcos do NOS em D’Bandada e a circular entre uma e outra opção. Para celebrar o espírito, a NOS ofereceu três novíssimos iPhone 7 a clientes que estavam nos concertos.

 

 

No passado sábado dia 17 de setembro, ainda não eram 14h e já havia fila para entrar no Silo Auto. O arranque do NOS Em D’Bandada 2016 esteve a cargo de Miguel Araújo, que, atuando às 16h30, teve convidados artistas-amigos para iniciar a tarde: Edu Mundo e Tatanka.

 

 

Foi um excelente começo de uma maratona de 47 artistas, em 14 palcos espalhados por 7 kms, com milhares de fãs no primeiro espaço do evento.

 

 

O mote estava dado. Desta vez, a festa da música tinha ‘cerejas em cima do bolo’. Além de dezenas de espetáculos com entrada livre, os fãs-clientes NOS podiam ir para casa com um smartphone topo de gama. Bastava ter sorte e estar no sítio certo à hora certa.

 

 

O primeiro equipamento foi oferecido por Tatanka, no Silo Auto, que surpreendeu uma jovem cliente NOS quando a convidou a ir ao palco.

 

 

A partir daí, a multidão nas ruas foi em crescendo, espalhando-se pelos Jardins da Cordoaria (onde aconteceram as atividades para crianças), pelo Passeio das Virtudes, pela Praça dos Leões, pela Praça dos Poveiros, enchendo as ruas que ligam os vários espaços e fazendo fila à porta do Café au Lait, à porta do Maus Hábitos, do Ateneu, do Coliseu, da Cave 45, do Era uma Vez em Paris, do Plano B e do Passos Manuel.

 

 

No Coliseu, onde aconteceu uma memorável noite africana, foi oferecido o segundo iPhone 7 por Selma Uamusse.

 

 

A Praça dos Poveiros voltou a revelar-se um dos epicentros deste S. João da Música, com uma multidão de fãs do Hip Hop. E foi aqui que um terceiro cliente NOS teve o seu dia de sorte ao receber, das mãos de Bispo, um iPhone 7 a estrear.

 

 

Outro dos espaços que voltou a corresponder à elevada expetativa foi a Rua Cândidos dos Reis, inundada de pessoas, desta vez ao som da música escolhida por Nuno Lopes, aqui no papel de DJ, que provou que, além da representação, tem um talento especial para lidar com os discos.

 

 

Para terminar com chave de ouro, no final todas as ruas foram desaguar ao Coliseu, que fechou as portas logo a seguir aos concertos para se transformar no mítico Club Kitten, um acontecimento que marcou toda uma geração do Porto há mais de uma década e que veio a esta edição do NOS Em D’Bandada comemorar os seus quinze anos de existência e fechar a edição deste ano.

 

 

Mas já antes tinham existido indícios de que esta seria uma edição de grande pluralidade e sucesso. O ciclo de cinema “Há Filmes no NOS Em D’Bandada” aconteceu, de terça a sexta-feira, no Cinema Passos Manuel sempre com casa cheia com um total de mais 500 espectadores. Este arranque de evento tinha deixado claro que a cidade se ‘apropriou’ do conceito nas suas diversas vertentes e aderiu de braços abertos às iniciativas retribuindo com os espaços sempre cheios, em salas de cinema, concertos em espaços fechados ou abertos, atividades para crianças ou propostas mais ou menos inusitadas.

 

 

O NOS Em D’Bandada, com a parceria da Câmara Municipal do Porto e programação de Henrique Amaro, transformou-se mais uma vez, no passado sábado dia 17 de setembro, num grande e generoso palco de elogio à música.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6262 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.