arrowarrow


“Apartamento” conta as aventuras de C.C Baxter( Hélder Gamboa),um funcionário de uma megaempresa de seguros na cidade de Nova Iorque. Ele abre o seu apartamento aos colegas para este se poderem divertir. Faz tudo para poder subir na empresa, mesmo ir dormir para a rua enquanto os outros levam as amantes para o seu apartamento.

 

Para Baxter os meios justificam os fins. Só que sua vida muda quando se apaixona pela ascensorista da empresa, a menina Fran(Maria João Abreu). Este elenco conta com dezasseis personagens. Eles prestam favores, têm desvios de carácter que os escondem sobre uma capa de cinismo. Do elenco fazem parte actores como: Hélder Gamboa, Maria João Abreu, Heitor Lourenço, Ângela Pinto, Pedro Barroso, Vítor de Sousa e Paula Guedes.

 

 

Dois dias antes da grande estreia ( a 8 de Abril), houve um ensaio aberto à imprensa. Nesta pequena representação foram vistas cenas do primeiro acto da história que chegou a ser um filme com Jack Lemmon e Shirlei MacLaine. Este foi o último filme em preto e branco que ganhou o Óscar de melhor filme até “O Artista” ganhar a estatueta, em 2012. Os ensaios desta grande peça, antes de chegarem ao Teatro da Trindade, decorreram num espaço sediado na Junta de Freguesia de Carnide.

 

 

No fim do ensaio aberto aos jornalistas, os actores e o encenador falaram sobre as suas personagens e a peça. Esta foi adaptada por Hélder Gamboa e Jorge Fraga , considerado um dos maiores encenadores nacionais.

 

 

Ele não é bem o galã. É aquele de quem todos os chefes se aproveitam. Aproveitam-se da ingenuidade dele. Esta é a rotina diária dele até que se apaixona pela menina dos elevadores. É assim que se vai formar este triângulo amoroso“, conta Hélder Gamboa, o protagonista da história. A personagem de Maria João Abreu, em conjunto com a de Hélder Gamboa, são os grandes protagonistas desta história.

 

Sou amante do director da empresa. Sou uma rapariga muito discreta. Até se conta, no escritório, que não dou grande bola a ninguém. O Baxter vai-se apaixonar por mim, lentamente. Estas duas personagens são as mais simples e puras“, é desta forma que Maria João Abreu descreve-nos a sua personagem. As personagens de Maria João Abreu, Hélder Gamboa e Heitor Lourenço vão formar um divertido triângulo amoroso.

 

 

Vão-se desenvolver alguns risos e lágrimas, à mistura. A minha personagem é que pode não ter o desfecho que queria, no final”, deixa antever, Heitor Lourenço.

 

 

Ângela Pinto e Hélder Gamboa são actores e produtores do “Apartamento”. A personagem de Ângela é a secretária do director da empresa. “Espia o chefe para tentar controlar tudo o que se passa dentro da empresa que ela acha ser um pouco dela“, avança a actriz/produtora.

 

 

Baxter é o dono do apartamento que é utilizado por todos, menos por ele. Uma das pessoas que vai utilizar este apartamento é a personagem de Pedro Barroso, um dos empresários da empresa onde trabalha C.C Baxter.

 

 

Faço parte do núcleo empresarial. É um dos empresários que pede emprestada a chave do apartamento. A relação dele é aquela que vai ser mais habitual. Ele promete mundos e fundos ao Baxter“, conta o jovem actor.

 

 

As entradas e saídas deste apartamento são controladas pela senhora Dreyfuss(Paula Guedes): “Este senhor deixa usar o seu apartamento para poder subir socialmente na empresa. A meu ver, ele não é bem um banana, pois está a usar isso. É um homem que se apaixona pela menina do elevador da empresa. É muito interessante…Faço de mulher do Vítor de Sousa. Vivemos neste prédio. É a primeira vez que trabalho com o Vítor. Espero que os portugueses nos venham ver“. Casado com a senhora Dreyfuss, o doutor Dreyfuss é interpretado por Vítor de Sousa: “Vivo num prédio onde há um apartamento com muito movimento. É quase uma casa de mau porte. Nesta história há um cidadão generoso que quer que todos os colegas de trabalho sejam felizes e por isso empresta-lhes a chave da sua casa. Vão ser noites muito movimentadas. A minha personagem, por vezes, vai-se irritar um pouco mas acha graça. O doutor já não consegue fazer nada daquilo“, conta, entre risos, Vítor de Sousa.

 

 

A relação entre Fraga e a “Tenda” , produtora, já é antiga. “Eu fiz o Closer com a Tenda. Eles convidaram-me para fazer outro e eu escolhi fazer O Apartamento. Fizemos uma primeira versão que estreou no Teatro da Comuna. São peças diferentes com actores diferentes. Este Apartamento é trazer para palco um guião maravilhoso. É um belíssimo texto que explica a natureza humana, como o homem consegue mudar e nós conseguimos ser melhores pessoas“, conta o encenador. A trilogia composta por Fraga, a “Tenda” e o Teatro da Trindade não é recente.

 

 

Costumo dizer que odeio ver uma sala de teatro vazia. As pessoas precisam que o teatro vá ao encontro delas. Esta é a sala mais bela de Lisboa. Aqui já tivemos algumas peças, como foi o caso das Oito Mulheres ou A Filha de um Deus Menor. Esperemos voltar a encher. Nós, na Tenda, temos sempre o desejo que as pessoas se divirtam enquanto pensam”, fala Ângela Pinto. Esta peça vai fazer-nos pensar em alguns dos maiores sentimentos do homem como é o caso do amor da ambição. “É tudo desafiante. Foi um convite que lhe fizemos. É sempre um desafio como produtora”. “Ele tem um modo vivendis algo sui geniris. A minha personagem quer tramar o director e vai conseguir com que a Fran abra os olhos. Espero que toda a gente venha ver pois é uma peça bem divertida que nos vai fazer pensar sobre o amor“, conta Ângela Pinto que neste espectáculo acumula uma dupla função. Todos os actores referem o excelente ambiente que se vive e o gosto que é trabalhar com o conceituado encenador.

 

 

É muito bom. O Fraga é um excelente encenador, um excelente director de actores. O que nem sempre acontece. Eu gosto muito de trabalhar com ele. A última vez que trabalhamos juntos foi há uns catorze anos, neste mesmo teatro. Eu amo este teatro. Conheço todos os corredores e gosto muito de estar aqui“, diz Vítor de Sousa. Já Paula Guedes fala numa relação de amizade com muitos anos que, agora, transformou-se numa relação de trabalho: “O Fraga é muito educado, o que é uma coisa que nem sempre é muito comum na nossa profissão. É um encenador com uma grande cultura“, conta a actriz. “Eu nunca tinha trabalhado com ele, está a ser um grande prazer“, é o que sente Maria João Abreu.

 

 

O Fraga é muito mais que um encenador. Está a ser muito agradável trabalhar com ele“, é desta forma como o “patrão” da empresa, Heitor Lourenço, fala sobre o “patrão” da peça, Jorge Fraga.

 

 

A sátira social está presente em cada uma das falas deste magnífico texto. Para além do humor, existe uma tomada de consciência e um regresso aos valores da ética e da moral que ainda ajudam mais à sátira. É ai que reside a ironia fina que está presente no argumento. O autor do texto consegue de uma forma, desconcertante, explicar-nos que a poesia e o amor pode residir nos corações de todos nós.

 

 

A Tenda Produções traz aos teatros nacionais uma deliciosa comédia que nos faz pensar que existe sempre uma segunda oportunidade na vida e que tudo vai acabar bem. “Apartamento” está em cartaz de 8 de Abril a 15 de Maio, de quarta-feira a sábado às 21:30. Às quintas-feiras os bilhetes têm 50% de desconto. No domingo a sessão é às 17:30 no Teatro da Trindade. Os bilhetes vão dos oito aos quinze euros, com inúmeros descontos oferecidos pelo INATEL, patrocinador da peça.

 

 

Uma comédia a não perder!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.