O ciclo Vozes do Fado está de regresso a Oeiras durante os meses de Setembro e Outubro, trazendo – entre consagrados absolutos e promessas cheias de talento – seis grandes nomes do Fado Património Cultural e Imaterial da Humanidade ao nosso Concelho. Reiniciado em 2016, o ciclo Vozes do Fado traz agora ao Auditório Municipal Eunice Muñoz (Oeiras) e ao Auditório Municipal Ruy de Carvalho (Carnaxide) a arte e o canto de Lenita Gentil, Carolina, Marco Oliveira, Beatriz Felício, Katia Guerreiro e Carlos Leitão.

 

Lenita Gentil

Auditório Municipal Eunice Muñoz

21 de Setembro, 22:00

“Eles Foram Tão Longe”, “Lisboa Namoradeira”, “Cantiga de Oledo”, “O Porto Canta”, “Concerto em Setembro” ou a sua versão de um dos mais belos temas de José Afonso, “Maria Faia”, são apenas algumas das canções que Lenita Gentil nos legou, e continua a legar, ao longo da sua extensa e marcante discografia e carreira. Fadista de enorme profissionalismo e entrega – e tendo passado também pela canção popular ou as marchas – Lenita Gentil nasceu na Marinha Grande, cresceu no Porto (onde se revelou no fado), estabeleceu-se em Lisboa e percorreu o mundo (Europa, Austrália, Macau, Hong Kong, África do Sul, México, Estados Unidos e Canadá). Lenita Gentil é fadista residente n’O Faia, uma das mais prestigiadas casas de fado da capital portuguesa, e está neste momento a gravar um ansiado novo álbum em estúdio.

 

Carolina

Auditório Municipal Eunice Muñoz

28 de Setembro, 22:00

Por vezes, um fado nasce antes ainda de ser fado. Carolina nasceu na Alemanha, mas foi no Porto que, com apenas dez anos, se estreou em palco a cantar… Ópera. O fado viria depois, já em Lisboa, quando deu voz à personagem de, nada mais nada menos, Amália Rodrigues no musical “Amália”, de Filipe La Féria, em 2005. E aí descobriu que o seu destino era o (seu) fado. Durante muito tempo conhecida no meio fadista como Lina Rodrigues, Carolina já deixou a sua marca em inúmeros concertos em Portugal e no estrangeiro – Holanda, Espanha, Estados Unidos e Bélgica – e no filme “Aristides de Sousa Mendes – O Cônsul de Bordéus”. Com escola feita no Clube de Fado, de Mário Pacheco, Carolina deixou amadurecer o seu canto até à edição, em 2014, do seu álbum de estreia, homónimo, em que tanto dá voz a fados tradicionais como celebra Trás-os-Montes (onde também viveu) ou marchas populares.

 

Marco Oliveira

Auditório Municipal Eunice Muñoz

5 de Outubro, 22:00

Só há pouco passou a barreira dos trinta anos e Marco Oliveira já tanto deu ao fado. Intérprete, músico, compositor e poeta, estreou-se a cantar fado com apenas nove anos… E aos dez já corria coletividades e casas de fado de Lisboa. Cinco anos depois estreou-se como instrumentista profissional quando começou a acompanhar a fadista Ana Moura, ao mesmo tempo que aprofundava os seus estudos de guitarra clássica. Ao longo da sua carreira de acompanhante, tem tocado igualmente com Carlos do Carmo, Hélder Moutinho, Raquel Tavares, e com o guitarrista Ricardo Parreira, entre muitos outros, incluindo nomes de fora do fado como Os Músicos do Tejo e o cantor italiano Vinicio Capossela. Com dois álbuns editados – “Retrato” e “Amor é Água que Corre” – Marco Oliveira apresenta agora “A Alma Encantadora das Ruas”.

 

Beatriz Felício

Auditório Municipal Ruy de Carvalho

12 de Outubro, 22:00

A mais jovem integrante da programação deste ciclo – Beatriz Felício, é uma das maiores promessas da novíssima geração de fadistas. Amante e cantadeira desde tenra idade, admiradora profunda de Amália Rodrigues e Ana Moura (para além de Adele, ela que também é fadista à sua maneira), Beatriz Felício tem cantado em várias casas de fado. Este ano atuou na Austrália. Antes, tornou-se conhecida dos portugueses através dos programas televisivos “Uma Canção Para Ti” e “The Voice Portugal”, tendo também participado o ano passado no Festival RTP da Canção, onde interpretou um tema da autoria de um dos grandes nomes do fado – Jorge Fernando – produtor do seu álbum de estreia, que se encontra a gravar.

 

Katia Guerreiro

Auditório Municipal Ruy de Carvalho

19 de Outubro, 22:00

Todos os discos de Katia Guerreiro são notícia. Mas o seu novíssimo álbum, “Sempre”, é ainda mais notícia por ter sido produzido por… José Mário Branco. E neste espetáculo da fadista no ciclo Vozes do Fado vão já poder ser ouvidos alguns dos seus novos fados. Mas também muitos outros do seu extenso repertório começado a construir há quase vinte anos, quando se estreou espontaneamente numa casa de fados de Lisboa. Nascida na África do Sul, mas a viver a sua juventude nos Açores, Katia Guerreiro veio para Lisboa estudar medicina. E um amor paralelo, ao fado, desabrochou definitivamente num concerto de homenagem a Amália Rodrigues no Coliseu dos Recreios, no ano 2000. Com mais nove álbuns no seu currículo – “Fado Maior”, “Nas Mãos do Fado”, “Tudo Ou Nada”, “Fado”, “Os Fados do Fado”, “10 Anos – Nas Asas Do Fado”, “Património”, “Katia Live At The Olympia” e “Até Ao Fim” – centenas de concertos em Portugal e em variadíssimos outros países, para além de vários prémios e condecorações (em França e Portugal), Katia Guerreiro é desde há muito uma das maiores vozes do fado contemporâneo.

 

Carlos Leitão

Auditório Municipal Ruy de Carvalho

26 de Outubro, 22:00

Herdeiro de um grão de voz agora raro no fado mas que – apesar de todas as suas diferenças – ecoava nas gargantas de Alfredo Marceneiro, Carlos Ramos, Fernando Farinha e até Tony de Matos, Carlos Leitão é um fadista, músico, compositor e poeta que desde sempre mostrou a sua paixão pela canção de Lisboa (cidade onde nasceu) mas também pelo cante alentejano. É também por isso, um dos fadistas mais originais da atualidade. Neste espetáculo, Carlos Leitão dá voz a muitos temas do seu mais recente álbum “Sala de Estar”, mas também recupera alguns dos que estavam presentes no seu disco de estreia, “Do Quarto” (2013).

 

Ao longo da sua existência, o ciclo Vozes no Fado, em Oeiras, já teve lugar para a arte de Maria da Nazaré, Ana Moura, Cuca Roseta, Nuno da Câmara Pereira, Jorge Fernando, Maria Ana Bobone, António Pinto Basto, Aldina Duarte, Hélder Moutinho, Raquel Tavares, Teresinha Landeiro, Ricardo Ribeiro, Sara Correia, Nathalie, Pedro Moutinho, Maria Emília, Carla Pires e Joana Amendoeira, entre muitos outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.