OGAE envia carta aberta ao Presidente da República

Marcelo Rebelo de Sousa 04

 

A OGAE Portugal escreveu uma carta aberta ao Presidente da República a questionar o motivo pelo qual a equipa portuguesa na Eurovisão não mereceu da parte do Chefe de Estado, o mesmo tratamento da selecção nacional de futebol que venceu o Europeu em França.

 

 

Apresentamos de seguida, a carta aberta escrita pelo presidente da OGAE Portugal:

 

 

Excelentíssimo Senhor Presidente da República Portuguesa, Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, 

 

Em poucos dias fará dois meses que tivemos oportunidade de assistir a um acontecimento histórico: Portugal sagrou-se, pela primeira vez, vencedor do Festival Eurovisão da Canção. 

Igualmente por essa altura, completar-se-á um ano sobre outro acontecimento histórico: Portugal sagrou-se, pela primeira vez, vencedor do Campeonato da Europa de Futebol. 

Ao olharmos para este dois importantes eventos, é com alguma apreensão que notamos uma dualidade de critérios por parte da Presidência da República. 

É claro que Futebol é Desporto e Música é Cultura, mas será esta uma razão válida para a diferenciação de tratamento? 

Se analisarmos do ponto de vista das probabilidades, teremos de reconhecer que a vitória no Festival Eurovisão da Canção é mais espantosa por ser menos esperada do que uma vitória num Campeonato de Futebol, uma vez que a equipa de Portugal contava com jogadores reconhecidos por todo o Mundo como dos melhores do Planeta. 

Se, por outro lado, pensarmos ao nível do impacto económico e turístico, teremos de reconhecer que ambas as vitórias são equiparadas pois ambas foram acompanhadas por milhões de pessoas por todo o mundo. 

Por estas e outras razões nós na OGAE Portugal – Organização Geral de Apoio à Eurovisão, questionamo-nos, como Associação de fãs do Festival Eurovisão da Canção, por que razão não houve por parte do Presidente da República Portuguesa uma homenagem à equipa que conseguiu este feito para o nosso País, a saber, o intérprete Salvador Sobral, a compositora Luísa Sobral e a delegação da RTP liderada pela Carla Bugalho e pelo Gonçalo Madaíl. 

Em 2016, aquando da vitória no Campeonato da Europa, a equipa foi recebida no próprio dia em que chegou pelo Presidente da República Portuguesa no Palácio de Belém para serem condecorados com uma das mais altas distinções do Estado Português. A própria equipa mereceu o apoio do Presidente por várias vezes, tendo sido recebida antes da sua partida para o Campeonato e durante o mesmo o Presidente deslocou-se a França várias vezes para assistir a jogos da Seleção. 

Já em relação ao Festival Eurovisão da Canção, nunca se ouviu um pronunciamento por parte do Presidente à nossa participação, mesmo quando foi instado pela nossa Associação a fazê-lo. Sabemos que, apesar da receção que a canção portuguesa estava a ter, não houve uma tentativa do Presidente em estar presente na Final do certame ou pelo menos num dos ensaios principais. E quando a equipa regressou e foi recebida por uma multidão de pessoas no aeroporto Humberto Delgado, a Presidência da República também não os recebeu no Palácio de Belém. 

Sendo o Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa, o Presidente de todos os Portugueses, não conseguimos compreender, nem aceitar que passados dois meses a Presidência da República não tenha conseguido arranjar agenda para realizar a merecida homenagem aos vencedores do Festival Eurovisão da Canção. 

Estamos convictos que a Presidência da República terá uma explicação válida para este facto a qual esperamos que possa ser clara na resposta a esta carta. 

 

Com os melhores cumprimentos, 

José Garcia 

Presidente da Direção da OGAE Portugal

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6787 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.