Opinião: Mickael Salgado apresenta as raízes do seu amor pelo fado

mickael

 

Mickael Salgado nasceu em França mas foi bem jovem que se começou a interessar pela música e em especial pelo fado. O seu primeiro álbum foi gravado aos 14 anos e agora, em 2017, chega o terceiro disco do fadista que para além de interpretar os 12 temas que compõe este trabalho, também toca a viola com virtuosismo.

 

 

“Raízes de Amor” apresenta-nos a emoção e destreza vocal de Mickael Salgado que é destacada em temas como: “Janela dos Segredos”, “Destino Marcado”, “Sal da Água dos meus olhos”, “Casei-me para sempre com o fado”, “Guitarras de Lisboa” e “Desvendamos os segredos”.

 

 

Deste disco também se podem destacar temas como “Minha Mãe”, que começa com uma boa “malha” de violas que nos transportam para um tema que Mickael dedica à sua mãe e a todas as mães do mundo.

 

 

Segue-se “Cantilena da Lua Nova”, uma oração cantada.

 

 

“Ai esta cegueira de ti” faz-nos pensar sobre a cegueira de emoções que muitos sentimos actualmente, onde existe uma cada vez maior oposição entre a cabeça e o coração. Este tema e toda a sua emoção ajudam a potenciar a voz madura que Mickael Salgado possui.

 

 

Estes são alguns dos temas que podem ser destacados deste cd. Mickael Salgado é cada vez mais reconhecido pelo público como uma das grandes promessas do fado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.