Orquestra de Câmara do Alentejo com concerto de Ano Novo, em Monsaraz

 

 

“Entre Monsaraz e os Perdigões” é o tema do concerto de ano novo da Orquestra de Câmara do Alentejo que vai decorrer no dia 12 de Janeiro, pelas 21:30, no Auditório Municipal de Reguengos de Monsaraz. Neste concerto organizado pelo Município de Reguengos de Monsaraz, a orquestra vai interpretar composições com ligação ao território do concelho.

Nessa rota entre a vila medieval e o Monte dos Perdigões, foi escolhida para abrir o concerto uma obra de Luís de Freitas Branco, nomeadamente “A morte de Manfred”. O autor viveu no Monte dos Perdigões, que foi propriedade da sua família durante séculos, local onde compôs algumas obras e realizou tertúlias com personalidades como o matemático Bento de Jesus Caraça e o compositor Joly Braga Santos.

Segue-se “Sharish – concerto para tuba”, uma composição de Alexandre Almeida que vai ser interpretada pela primeira vez ao vivo e que terá também em palco o solista Gil Gonçalves. Esta obra foi escrita e inspirada em Monsaraz, que durante a ocupação muçulmana se denominava Sharish.

A fechar, a orquestra vai tocar “Concerto Op. 17” de Joly Braga Santos, compositor que permaneceu largas temporadas no Monte dos Perdigões com o seu mestre e mentor, Luís de Freitas Branco. A Orquestra de Câmara do Alentejo tem direcção musical de João Defeza.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.