Orquestra Jazz de Matosinhos actua com Mayra Andrade e Manuela Azevedo

unnamed(2)

 

 

O mês de Setembro começa da melhor forma para a Orquestra Jazz de Matosinhos na Noite Branca de Braga.

 

 

 

Sábado, dia 2, a big band vai apresentar-se no palco principal de uma das mais concorridas festas bracarenses ao lado da cantora Mayra Andrade e, juntos, vão revisitar temas dos álbuns “Navega”, “Stória, Stória”, mas também do mais recente “Lovely Difficult”.

 

 

 

Dia 23, o microfone passa para as mãos de Manuela Azevedo. No Largo da Ajuda, no âmbito das festas Lisboa na Rua, a vocalista dos Clã e a OJM vão interpretar músicas de Tom Waits, Beatles, Elvis Costello, Chico Buarque, Serge Gainsbourg e Queens Of The Stone Age, temas que serão apresentados com arranjos originais para big band.

 

 

 

Recorde-se que estas parcerias da OJM, com Mayra Andrade e Manuela Azevedo, vêm no seguimento do trabalho que tem sido desenvolvido nos últimos anos com vozes oriundas dos mais variados universos musicais, desde o jazz (Dee Dee Bridgewater e Maria João) à música brasileira (Maria Rita), passando pela world music (Mayra Andrade) e a pop (Manuela Azevedo e Sérgio Godinho).

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6219 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.