“Os Bragança – Ascensão e Queda das Dinastias Reinantes de Portugal e do Brasil 1640-1910” editado a 21 de Julho

A Texto Editores lança na próxima terça-feira, 21 de julho, o livro “Os Bragança – Ascensão e Queda das Dinastias Reinantes de Portugal e do Brasil 1640-1910”, no qual o historiador britânico Malyn Newitt analisa a “Sereníssima Casa de Bragança” que, durante 270 anos, forneceu reis e rainhas a quase todo o mundo.

 

Entre 1640 e 1910, num período marcado por grandes mudanças, esta prestigiosa família ajudou Portugal a reaver a independência perdida para Espanha em 1580 e salvou o País e a sua monarquia da total destruição pelos exércitos saqueadores de Napoleão. Os Bragança reinaram também no vasto Império do Brasil entre 1822 e 1889, tendo aí criado uma nação unificada e prevenido que ela se dividisse em pequenos estados beligerantes“, refere o comunicado de imprensa.

 

Acrescenta que “nesta reapreciação da dinastia, Malyn Newitt retrata uma das mais importantes famílias reais europeias. Apresenta‑nos uma palete colorida de inovadores, revolucionários, vilões e heróis, revela disputas internas significativas, como a que envolveu os irmãos D. Miguel e D. Pedro, o primeiro imperador do Brasil, e conta com grande detalhe os acontecimentos políticos, sociais e económicos que definiram os reinados brigantinos até à implantação da República. Com base numa seleção extensa de documentos históricos, obras de arte e fotografias, Newitt convida o leitor a conhecer esta família secular que marcou profundamente o nosso passado e que explica muito do que somos hoje“.

 

Embora este livro seja em grande parte sobre famílias reais, isso não significa que considere que elas foram os principais motores da História. Na realidade, é óbvio que monarcas como D. João VI e D. Maria II nunca controlaram os acontecimentos e tiveram de limitar as suas actividades a manterem-se à tona em águas políticas muito agitadas.”

 

Malyn Newitt, professor do Departamento de Estudos Portugueses e Brasileiros do King’s College, Londres, foi o primeiro detentor da cátedra Charles Boxer. É autor de mais de 20 livros sobre Portugal e a história colonial portuguesa, nomeadamente “Portugal na História da Europa e do Mundo”, editado também pela Texto. “Os Bragança – Ascensão e Queda das Dinastias Reinantes de Portugal e do Brasil 1640-1910” foi traduzido por João van Zeller.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.