Os Dias da Dança estão a chegar a Matosinhos

matosinhos

 

De 29 de Abril a 13 de Maio, o Teatro Municipal de Matosinhos-Constantino Nery e vários espaços ao ar livre vão receber a segunda edição do festival DDD-Dias da Dança, uma organização conjunta das câmaras municipais do Porto, de Matosinhos e de Gaia no âmbito da Frente Atlântica do Porto.

                   

 

O primeiro espectáculo será “Muros”, de Né Barros. Este poderá ser visto no sábado, 29 de Abril, pelas 18:30, no Teatro Municipal de Matosinhos-Constantino Nery. Pelas 21:30 poderá ver-se no Teatro Municipal de Matosinhos o filme documental “No Escuro do Cinema Descalço os Sapatos”, resultado do trabalho da realizadora Cláudia Varejão com a Companhia Nacional de Bailado.

 

 

A sala de ensaios do Teatro vai receber nos dias 02 e 03 de Maio, às 21:00, uma oficina com o bailarino e coreógrafo Francisco Camacho.

 

 

O Teatro Municipal de Matosinhos-Constantino Nery recebe a 06 de Maio, pelas 21:30, a coreografia “Tordre”, criação de Rachid Ouramdane para o Centre Corégraphique National de Grenoble (França). Lora Juodkaite e Annie Hanauer apresentam um “movimento no limite da vertigem”, acompanhado por um braço articulado. 

 

 

Para a sede do Orfeão de Matosinhos, na Rua Brito Capelo, estão agendados (08 e 12 de Maio, às 14:30) dois ateliês de dança para pessoas com mais de 55 anos, a cargo de Mário Afonso.

 

 

A 13 de Maio, o Constantino Nery acolherá, pelas 16:00, “A Tundra”, coreografia de Luís Guerra que homenageia os locais mais inóspitos do planeta.

 

 

A Companhia Nacional de Bailado traz a Matosinhos, no dia 11 de Maio, o espetáculo “A Perna Esquerda de Tchaikovski”, com direcção de Tiago Rodrigues e música ao vivo interpretada pelo pianista Mário Laginha. Já apresentada em Lisboa, a peça em torno da memória do corpo da bailarina Barbora Hruskova é um dos momentos mais aguardados da edição deste ano do festival.

 

 

No âmbito do subprograma Corpo+Cidade, que visa criar novas experiências urbana, a entrada da Casa do Design será palco, a 12 de Maio, pelas 16:00, de “À Lagardère”, coreografia de Isabel Barros e que música de Vítor Rua. 

 

 

No dia seguinte, às 19:00, será a vez de a Biblioteca Municipal Florbela Espanca receber a estreia da performance sonora “Efígie/Choros Landscape”, de Flávio Rodrigues. Promete-se uma “exploração do som enquanto matéria narrativa”.

 

 

“Terça-feira: Tudo o que é sólido dissolve-se no ar” é a segunda coreografia de Cláudia Dias para o projecto “Sete Anos Sete Peças”, tendo sido considerado um dos três melhores espectáculos do mês de Abril pela revista “Time Out Porto”. 

 

 

Até ao dia 13 de Maio, o Dias da Dança vai trazer a Matosinhos coreografias de importantes criadores nacionais e estrangeiros, que serão apresentadas no palco do Constantino Nery e em espaços ao ar livre, mas também cinema, workshops e masterclasses. 

 

 

O Dias da Dança decorre em Matosinhos de 29 de Abril a 13 de Maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.