Os Vocalistas(4)

 

Os Vocalistas são um projecto originário de Beja e composto por Rúben Lameira, José Emídio, Bernardo Emídio, Luis Filipe Reis e Luís Trigacheiro. A música tradicional portuguesa ganhará com eles novos contornos e prometem surpreender, fazer o que ainda não foi feito e até nos locais onde ainda ninguém nada fez.

 

 

Em entrevista ao Infocul, Rúben Lameira, fala sobre o projecto, o que está a ser preparado e o que podemos esperar de um grupo constituído por músicos com carreiras sólidas e que integram outros projectos conhecidos do grande público, como por exemplo Os Adiafa.

 

 

Quando começou a ser pensado este projecto, “Os Vocalistas”? 

 

O projeto “Os Vocalistas” começou a ser pensado há cerca de ano e meio, com o intuito de ser um grupo musical inovador com imagem moderna e ideias atuais nunca concretizadas por qualquer um de nós, nos outros projetos que temos.  

 

 

 

Para quem não vos conhece, quem são? 

 

Somos um projecto recente com cerca de ano e meio, que pretende abraçar vários géneros musicais mas sempre com o cante alentejano na alma e isso transparecerá facilmente. Cantamos vários êxitos portugueses à capella, a cinco vozes e em alguns temas abrilhantado com um dos cordofones portugueses, a Viola Campaniça, instrumento do Baixo Alentejo. Queremos introduzir nos nossos espectáculos futuros, mais músicos e desafia-los á nossa “loucura”.    

 

 

 

Em termos musicais, que géneros podemos ouvir? 

 

A nossa essência de raiz é o Cante Alentejano! No nosso reportório pretendemos passear nos por alguns dos êxitos que badalaram Portugal misturando aqui e ali cante alentejano. Queremos ser um grupo musical polivalente, sem carimbos deste ou aquele género, mas é claro daremos a tudo o que nos propusermos o nosso toque “Alentejanado” que tornam muito engraçados os temas que cantamos e tocamos! 

 

 

 

Qual a composição do grupo? 

 

O grupo “Os Vocalistas” é composto por 5 Elementos. José Emídio, músico de 53 anos que é também um dos fundadores do grupo Adiafa e o mentor deste projeto. Os restantes são o Luís Trigacheiro de 20 anos, é de Alvito e mora em Beja é estudante e músico. O Bernardo Emídio de 22 anos mora em Santa Clara do Louredo e é Musico. O Luís Filipe Reis de 25 anos, mora em Beja é estudante e músico. E eu Ruben Lameira 24 anos moro em Beja e sou músico.         

 

 

16196941_1275341619193416_2122610280_o

 

Na vossa página de Facebook, acabam de lançar uma iniciativa. Qual e como irão desenvolvê-la? 

 

Sim é verdade! Foi uma ideia que tivemos mais uma vez desafiante para nós! A iniciativa tem por nome “Quarentena de Modas”, todos os dias, uma moda diferente, num local diferente, durante quarenta dias sem cessar. 

 

 

 

De que modo o público poderá ir acompanhando essa iniciativa? 

 

O Publico Poderá acompanhar esta iniciativa através da página de Facebook, no Youtube (Quarentena de Modas) e no Vimeo (Quarentena de Modas).

 

 

 

 

Sei também que irão haver novidades televisivas em breve. O que já pode ser revelado? 

 

Sim é verdade! Em Maio seremos concorrentes de um Programa televisivo musical num dos canais generalistas Portugueses, é o que podemos dizer para já, mas acompanhem nos através da página de facebook que vamos dando pistas ao longo dos meses que faltam! (risos) 

 

 

 

Em termos de espectáculos o que está a ser preparado e que possa ser revelado? Por onde vão andar? 

 

Estamos para já a preparar um espectáculo bem produzido, moderno, inovador, onde abraçamos vários géneros musicais com algum cante alentejano, com bons músicos que queremos convidar a estar connosco que de certa forma irá surpreender quem nos costuma acompanhar e a quem nos assista pela primeira vez já tivemos essa percepção nestes últimos espectáculos que tivemos. Vamos andar por todo o País com a boa disposição que nos caracteriza e que transportamos para o palco. Poderão acompanhar a nossa agenda mensal através da página de Facebook .

 

 

 

O que trará este grupo de novo ao cancioneiro alentejano? Haverá originais vossos ou irão pegar no cancioneiro tradicional já existente? 

 

Este projeto será totalmente inovador como referi há pouco, pretendemos ter de tudo um pouco, no nosso reportório cantaremos temas originais, tradicionais, populares portugueses e também do cancioneiro tradicional alentejano existente, mas vamos tentar modernizar e inovar sem desvirtuar o que é a raiz dos temas.     

 

 

 

Onde poderá o público ir acompanhando as vossas novidades e interagir convosco? 

 

O publico poderá acompanhar nos e interagir através das nossas paginas pessoais e do Grupo “Os Vocalistas”, tentamos responder sempre e comentar as publicações e questões dos nossos fãs e de quem simplesmente nos segue e gosta do nosso trabalho. Para este ano está também planeado o lançamento de um site oficial onde poderão aceder a toda a nossa informação. 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.