Patxi Andión recordou 50 anos de canções e Ricardo Ribeiro ajudou à festa (C/Fotos)

 

Patxi Andión celebrou, este sábado, 50 anos de carreira com um espectáculo intimista na Aula Magna, em Lisboa, no qual contou com as participações do seu filho e também do fadista Ricardo Ribeiro.

Sozinho em palco, Patxi Andión esteve a gosto e recordou toda a sua ligação a Portugal, que chega ao tempo da ditadura, durante a qual chegou a ser expulso do território nacional pela PIDE.

O público não acorreu em grande número à chamada, esteve aproximadamente meia lotação da sala preenchida (no total alberga 1584 pessoas).

Contudo, a noite foi de partilha, de recordação de histórias (pessoais e das canções), com Patxi a falar um português bastante perceptivel, embora assumindo que “não é perfeito e não me peçam para falar tão bem quanto vocês” e afirmando que “gosto muito de falar português”.

Recordou Ary dos Santos, falou da importância do disco ‘Retratos’, de 1969, abordou as muitas canções proibidas que compôs e escreveu, explicou que ‘La Hora Lobican’, o nome do seu último disco é uma expressão usada em locais onde existe lupo e abordou um mistério, triangular, entre “o homem, o cão e o lobo

Antes de chamar Ricardo Ribeiro a palco, para cantar dois fados a solo e um tema em duo, disse ao público para se preparar “para uma viagem muito importante, para um outro planeta” fazendo assim menção à grandiosidade da arte do fadista luso.

Depois foi a vez do filho de Patxi Andión subir a palco e também demonstrar talento.

A noite prosseguiu, novamente, apenas com Patxi em palco e com o público a aplaudir efusivamente os temas mais conhecidos do cantautor espanhol.

Texto: Rui Lavrador
Fotografias: João de Sousa

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6432 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.