Paula Mattamouros Resende sobre venda do Campo Pequeno: “As negociações continuam. Não está nada fechado”

D.R.

 

 

À parte da inauguração da exposição dedicada a Nuno Salvação Barreto, Paula Mattamouros Resende, administradora do Campo Pequeno, falou sobre esta temporada e também sobre o processo de venda do Campo Pequeno.

Sobre se esta temporada, que não teve até ao momento nenhuma casa esgotada, tinha sido rentável, a administradora explicou que “não posso ainda fazer esse balanço”, acrescentando que “não nos podemos esquecer que o Campo Pequeno tem muitos, muitos lugares, portanto é mais fácil muitas vezes encher praças mais pequenas do que o Campo Pequeno”.

Mostrou satisfação ao constatar que “este ano as praças tiveram todas uma grande afluência, e fico muito contente por isso, agora o Campo Pequeno muitas vezes é o dobro das praças que encheram. Tem sido muito difícil encher o Campo Pequeno este ano”.

Sobre os motivos para não esgotar, disse que “não esgotou nenhuma corrida este ano. Tivemos mais dificuldades em trazer mais pessoas ao Campo Pequeno, falta sempre aqui uma fronteira… Os aficionados que vêm são quase sempre os mesmos, falta sempre aquele público extra que Lisboa deveria trazer, quando digo Lisboa é o turismo e todos esses meios, e que nós Campo Pequeno, sozinhos, não conseguimos canalizar essas pessoas para virem ao Campo Pequeno. Temos tentado, mas é difícil e é essa fatia que falta”.

Sobre a garantia de no próximo ano ali continuarem a realizar-se corridas de touros, foi cautelosa pois “ninguém pode garantir nada mas a minha convicção é de que continuará a existir tauromaquia aqui”.

O processo de venda do Campo Pequeno é público e sobre este assunto apenas disse que “as negociações continuam. Não está nada fechado”.

Segundo o que conseguimos apurar, sem confirmação oficial, Álvaro Covões, responsável pela Everything is New que organiza o NOS Alive, é o melhor posicionado para a compra. Contudo, nada está fechado e as negociações prosseguem.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6411 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.