Paula Santos com “uma enorme vontade de triunfar e muita ilusão de reaparecer na minha terra, a Moita!”

Para quem acha que o meio taurino é apenas para homens, engana-se! Paula Santos é a novilheira que irá integrar a novilhada de sexta-feira da Feira da Moita.

Esta novilheira iniciou o seu percurso, levada por amigos, mas rapidamente ser toureira tornou-se mais que uma vontade, um estilo de vida.

Viver e pensar para o toureio, vinte e quatro horas por dia, tem permitido a Paula Santos ser presença assídua em muitas novilhadas.

Esta jovem iniciou o seu percurso na Escola da Moita aos 11 anos e em 2016 decidiu ir para a Escola de Toureio de Badajoz.

Como aluna da Escola de Badajoz durante um ano toureou 25 novilhadas por Portugal e Espanha. Posteriormente tirou a prova de praticante nas Caldas da Rainha e voltou a Portugal para ingressar novamente na Escola de Toureio da Moita.

Uma lesão veio atrasar, por dois anos, o sonho de debutar com picadores, mas após a recuperação, Paula não desistiu dos seus objetivos e continua o seu percurso.

Com um estilo de toureio “de compasse aberto que tenta romper-se ao máximo com os novilhos”, Paula tem como referências Enrique Ponce e El Juli.

A novilheira que gosta de executar as “tandas por baixo”, em Portugal nunca sentiu diferenças por ser mulher. Já em Espanha a sensação de igualdade não foi a mesma!

Paula Santos pretende atingir a meta que deixou a meio, devido à lesão…conseguir debutar com picadores. Depois de cumprir esse objetivo, quer um dia integrar o escalafon de matador de touros.

Para percorrer esse caminho, Paula Santos irá apresentar-se sexta-feira na Daniel do Nascimento com “uma enorme vontade de triunfar e muita ilusão de reaparecer na minha terra, a Moita!”.

O cartel da novilhada popular, dia 18 de Setembro, é o seguinte:

Dia 18 – 22:00 horas – Novilhada Popular

Cavaleiros Praticantes: Francisco Núncio e António Núncio

Forcados: Aposento da Moita

Novilheiros Praticantes: Paula Santos, Yeray Gomez, Duarte Silva e Filipe Martinho

Ganadarias: Palha, Branco Núncio, Ascensão Vaz, Canas Vigouroux, Falé Filipe e Calejo Pires

 

Entrevista e Texto: Sónia Batista
Coordenação e Edição: Rui Lavrador

Sónia Batista

Sónia Batista iniciou a sua formação na escrita taurina na revista luso-espanhola Ruedo Ibérico em 2004 e desde aí procurou formação na área, em Portugal e Espanha. Ao longo dos anos colaborou com quase toda a imprensa taurina nacional e tem-se especializado na imprensa taurina internacional. Iniciou o seu percurso internacional no burladero.com em 2010, passando por vários órgãos de imprensa espanhóis até chegar em 2013 à prestigiada revista 6TOROS6, a qual considera a maior escola da escrita taurina.

Sónia Batista has 24 posts and counting. See all posts by Sónia Batista

Sónia Batista

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.