O Coliseu dos Recreios recebeu esta sexta-feira, 22 de Março, Paulo Gonzo. Neste espectáculo, que contou com sala cheia, destaca-se os temas do mais recente disco, os grandes sucessos da carreira, uma passagem pelos blues e ainda o convidado Mario Biondi.

São mais de 40 anos de carreira, mas a alma de Paulo Gonzo aparenta conservação no eterno elixir da juventude tal a dinâmica imprimida ao espectáculo, mesmo que maioritariamente sentado em palco.

Acompanhado por uma extraordinária banda e duas excelentes back vocals, Paulo Gonzo não deu margem para queixas. Correcto na interacção com o público, alinhamento inteligente e bem desenhado, convidado de luxo e o Coliseu a cantar os grandes sucessos. Havia público até às galerias em é e que não arredou antes do final do concerto.

‘Leve Beijo Triste’, ‘Falamos depois’, ‘Diz que sim’, ‘Sei-te de cor’, ‘Sem Ti’, ‘Jardins Proibidos’ ou ‘Dei-te quase tudo’ foram alguns dos temas que constaram do alinhamento, não esquecendo os temas interpretados em dueto com Mario Biondi.

Um espectáculo com mais de duas horas e em que ninguém deu pelo tempo passar, será porventura o melhor elogio a um músico que ganha, a cada ano, uma marca de intemporal.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6262 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.