Pedro Mestre 27

 

Instituído em 2003, o Prémio Carlos Paredes tem como objetivo homenagear um nome ímpar da nossa cultura musical e distinguir trabalhos discográficos de música instrumental não erudita, nomeadamente a de raiz popular, que tenham sido editados no ano anterior a cada edição, e incentivar a criação e a difusão de música de qualidade feita por portugueses.

 

 

Coube à obra discográfica “Campaniça do Despique”, de Pedro Mestre, a distinção com Galardão Prémio Carlos Paredes 2016. A cerimónia de atribuição do prémio, decorrerá dia 03 de Dezembro, pelas 21h30 no Centro Cultural do Bom Sucesso, em Alverca do Ribatejo, e conta, igualmente, com a atuação do vencedor.

 

 

O Prémio Carlos Paredes reporta a trabalhos discográficos cuja edição tenha tido lugar em 2015 e foi atribuído por um Júri constituído por Vitorino Salomé, Pedro Campos, Ruben de Carvalho e Carlos Alberto Moniz, que analisaram um total de 20 candidaturas.

 

 

Este galardão  tem distinguido, ao longo dos anos, nomes tão importantes do panorama musical português como Bernardo Sassetti, Ricardo Rocha, Mário Laginha, Pedro Jóia, Carminho ou Pedro Caldeira Cabral, entre outros.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6260 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.