Pedro Raposo, cabo dos Amadores da Moita, convida a que “venham até à Daniel do Nascimento passar momentos de grandes emoções”

O Grupo de Forcados Amadores da Moita actua na primeira corrida da Feira da Moita, amanhã, na Praça de Touros Daniel do Nascimento.

 

O cabo do grupo, Pedro Raposo, concedeu uma entrevista ao Infocul, conduzida por Diogo Nora, na qual abordou a importância da Feira da Moita e de actuar na praça Daniel do Nascimento.

 

Sobre a preparação do grupo, numa temporada atípica como esta devido à pandemia, explicou que “numa altura em que enfrentamos a pandemia a preparação do grupo tem sido feita com a realização de treinos. Numa temporada tão atípica e num momento em que o grupo já teria feito várias corridas, a solução para tentar meter o grupo em forma foi a realização de vários treinos”.

 

Pedro Raposo acrescentou ainda que “a pandemia teve um impacto muito negativo para o grupo, pois foram várias as actividades e eventos que ficaram sem efeito, o que veio prejudicar muito grupo e o seu normal funcionamento. O cancelamento de várias corridas em que o grupo iria marcar presença são os momentos mais negativos. Um grupo de forcados precisa das corridas”.

 

O cabo apela a que “todos os aficionados sendo da Moita venham aos toiros. Num ano tão difícil para todos e de enorme angústia, venham até à Daniel do Nascimento e passar momentos de grandes emoções”.

 

Referiu que “sendo a feira da Moita não vivida em pleno, seria importante a nós aficionados esgotar todos os espetáculos na Daniel do Nascimento, pois acho que era o nosso reconhecimento para com o empresário que arriscou e muito numa altura tão complicada”.

 

Pedro Raposo confidenciou que “enquanto Cabo foram vários os momentos marcantes vividos na feira da Moita uns pela positiva outros pela negativa. Mas queria destacar um que foi bastante marcante: a transição de Cabo quando assumi o grupo, foi sem dúvida o momento mais marcante vivido numa feira da Moita”.

 

Sobre novas entradas no grupo, assumiu que “felizmente todos os anos entram novos elementos para grupo, com que faz adivinhar o seu futuro assegurado. O grupo encontra-se numa fase muito positiva, cheio que rapaziada nova e com muito valor”.

 

O grupo já anunciou que amanhã estreará as novas jaquetas e em entrevista ao Infocul, Pedro Raposo disse que “este ano a feira da Moita tem um sabor muito especial pois são os 70 anos da Praça de Toiros Daniel do Nascimento e a estreia das novas jaquetas. A ideia das novas jaquetas surgiu devido à necessidade que o grupo tinha em termos de quantidade de jaquetas, pois já eram poucas para o número de elementos. Tentámos manter o padrão igual mas não foi possível”.

 

Assim, “com esta envolvência toda a feira da Moita 2020 será marcante para o Grupo Forcados Amadores da Moita”, rematou.

 

O cartel que abrirá a Feira da Moita 2020 é o seguinte:

Dia 15 – 22:00 horas – Corrida Mista – Tradicional Corrida do Município

Cavaleiros: Luis Rouxinol e João Telles

Forcados: Amadores da Moita

Matador de Toiros: Miguel Ángel Perera

Ganadarias: David Ribeiro Telles (4 toiros para a lide a cavalo) e Ascensão Vaz (2 toiros para a lide a pé)

Entrevista: Diogo Nora
Coordenação e Edição: Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.