Construído entre 1769 e 1780, o Jardim Botânico da Real Quinta de Queluz, sofreu até aos nossos dias, várias vicissitudes. O projeto de reabilitação deste jardim, promovido pela Parques de Sintra, recebeu recentemente o Prémio da União Europeia para o Património Cultural / Prémios Europa Nostra 2018, na categoria Conservação.

 

Associando-se à celebração deste prémio, a Feira Setecentista de Queluz 2018 terá como tema os Jardins.

 

A animação assegurada pela Câmara dos Ofícios, recriará o momento da chegada das plantas para o Jardim, com a presença do jardineiro holandês Van Der Kolk e o arquiteto da obra Jean Baptiste Robillion.

 

É o mote para fazer a festa, a que acorre grande quantidade de gente das redondezas que aqui se diverte com danças, música e malabarismos, espetáculos de teatro de robertos e de papel.

 

Serão recriadas outras cenas representativas do quotidiano setecentista, como zaragatas entre alcoviteiras, duelos de espadachim e jogos. Tudo isto chama a atenção dos nobres que passeiam na feira.

 

A feira conta com a presença de participantes de várias regiões do país e estrangeiro, que trazem até Queluz grande variedade de produtos desde o artesanato às especialidades de gastronomia e doçaria.

 

Horários:

 

Largo fronteiro ao Palácio Nacional de Queluz

 

6 e 7 de Setembro – 17:00 às 24:00

8 de Setembro – 13:00 às 24:00

9 de Setembro – 13:00 às 23:00

 

Entrada Livre

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.