Rádio Amália levou o “Concerto da Primavera” ao Casino Estoril

 

 

O Salão Preto e Prata acolheu este domingo o Concerto da Primavera da Rádio Amália. Beatriz Felício, José da Câmara, Maura, Tânia Oleiro, Duarte e Alexandra formaram o elenco fadista, tendo sido acompanhados por Guilherme Banza na guitarra portuguesa, Rogério Ferreira na viola de fado e Paulo Paz no baixo.

 

 

 

Num espectáculo ritmado e com fadistas de diferentes gerações, esta foi, mais uma, oportunidade de os radialistas que dão vida à Rádio Amália poderem estar ainda mais próximos dos seus ouvintes.

 

 

Os fadistas aproveitaram o espectáculo para apresentarem temas dos respectivos repertórios, agradando ao público que foi aplaudindo tema a tema, tendo de quando em vez soltado alguns piropos.

 

 

A festa culminou com alguns artistas e todos os radialistas em palco.

 

 

O director da Rádio Amália, concedeu ainda uma entrevista ao Infocul, onde abordou o espectáculo, a importância do mesmo para a Rádio e revelando quais os objectivos a atingir em 2018.

 

 

 

 

José, qual o balanço do Concerto da Primavera?

 

O balanço deste concerto é muito positivo.Para além do Salão Preto e Prata estar cheio o público gostou imenso do elenco e dos Fados, foi uma grande tarde.

 

 

 

Quais são os maiores desafios na montagem de um elenco?

 

As maiores dificuldades são ao nível de horários e ensaios. Há ainda toda a logística das salas, som e bilhética. Mas no fim tudo corre bem, já começo a ter experiência na realização destes concertos.

 

 

 

Olha, relativamente à Rádio Amália, quais os objectivos para 2018?

 

Os objetivos são simples…alcançar os 3 por cento nas audiências e realizar mais concertos.

 

 

 

Numa altura em que a publicidade nos OCS está em queda livre, como se consegue manter a sustentabilidade do projecto?

 

Está a ser complicado temos todos de estar unidos e dar uma ajuda em todos os setores da empresa.

 

O que pode e deve ser rapidamente alterado até para maior protecção dos OCS?

 

Para essa questão não tenho resposta mas penso que a união do setor é fundamental e não serem criadas quintas e quintais, a união faz a força e união é coisa rara nos dias que correm.

 

Estes espectáculos além de aproximarem os locutores dos ouvintes, é também uma forma de ajudar a manter a rádio?

 

Sim, os nossos concertos são fundamentais para equilibrar as contas mas é claro que sem a ajuda dos Fadistas era impossível chegarmos lá. Lembro que todos os intervenientes colaboram com a rádio a custo zero. Quero realçar este ponto e agradecer a todos do fundo do coração.

 

 

Quantos espectáculos prevês para este ano em termos de Rádio Amália?

 

Os habituais quatro, ou seja, o Concerto da Primavera, Fados a Nossa Senhora, aniversário da rádio e o Concerto de Natal.

 

 

 

O que já podemos adiantar em termo de datas e cartaz sobre o próximo?

 

O próximo concerto são os Fados a Nossa Senhora no dia 27 de maio no Salão Paroquial da Igreja de São João de Brito às cinco da Tarde. Este ano vamos ter surpresas e melhores condições de acesso ao Salão, todos os lugares vão ser marcados o que dará mais conforto a quem for assistir.

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 09/04/2018


About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

_