Raquel Tavares conquista Londres e continua digressão por Portugal

Raquel Tavares

 

 

A fadista Raquel Tavares esgotou uma mítica sala de Londres, The Pheasantry, a convite de uma das mais conceituadas publicações britânica “Songlines”. Este concerto intimista, que aconteceu após ter esgotado os Coliseus de Lisboa e Porto com o seu novo álbum, conquistou de início ao fim o público que encheu por completo a sala para a ver.

 

 

A passagem da fadista por Inglaterra não se ficou por Londres. A nova paixão do fado, rumou a Charlton Park onde actuou num dos mais importantes festivais de World Music do mundo, o Womad Festival, com transmissão da actuação para uma das mais importantes rádios internacionais, a BBC Radio 3.

 

 

A artista voltou a Portugal para continuar a digressão de promoção ao seu último disco, “Raquel”.

 

 

O Infocul apresentará reportagem do concerto de dia 17 de Agosto, no Barreiro.

4 thoughts on “Raquel Tavares conquista Londres e continua digressão por Portugal

  • Avatar

    O Infocul é cada vez mais um meio igual a tantos que reproduzem tal e qual o que enviam as promotoras, neste caso a Ruela Music. Não há informação, não temos mais, se assinarmos as newsletter recebemos igual informação. Onde está a “massa crítica” e apontava-se a informação “online” como alternativa à pouca opinião, na área das artes, que se encontrava nos jornais.

    Reply
    • Avatar

      Caro Fred (que não conheço) mas pensar “custa” e ter opinião fica mal, vivemos um mundo consensual, infelizmente até nas Artes, que deviam ser a área de menos consensos e mais extravagâncias de paixão!
      E a crítica e o jornalismo na área é amorfo, sem “chatices” para sermos todos “amiguinhos” e não se rasgar pano!

      Reply
  • Avatar

    O The Pheasantry não é de todo uma mítica sala londrina; é o Almeida Theatre, o Royal Albert Hall; o atual The Pheasantry nada tem a ver com o antigo do mesmo nome esse sim, em que atuaram Lou Reed, ou os fabulosos Queen, e já no sala renovada, e usufruindo da fama da antiga sal eu vinha a fazer furor desde o século XIX. Atualmente é um cabaret e por cima uma pizzaria, onde estás mito? E a opinião do leitor acima (Fred Carvas) não deixa de ser perspicaz.

    Reply
  • Avatar

    A Raquel é sem dúvida um miúda de garra e alma fadista! Bravo! E a Raquel é uma paixão do fado há muito, pisou como poucas o palco da revista!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.