arrowarrow


Rogério Charraz esgotou ontem a sala 2 do Cinema São Jorge para apresentar o seu mais recente disco “Não tenhas medo do escuro”. No espectáculo contou com alguns convidados como António Caixeiro, Eduardo Espinho, Katia Guerreiro e Rui Pregal da Cunha.

O cantautor lusitano abriu o espectáculo com “Medo do escuro”, que o público fez questão de acompanhar ao ritmo das palmas. Ao primeiro tema, quem não sabia ao que vinha ficou a perceber a valia dos músicos que o acompanharam em palco. A saber: Paulo Loureiro no piano e clarinete, Edu Miranda no bandolim, Jaume Pradas na bateria e percussão, Luis Pinto no baixo e Carlos Lopes no acordeão.

 

 

Rogério Charraz apresenta neste disco músicas sublimes, quer na composição musical, quer na letra, contando ainda com o extra de ter tido convidados de excelência! Aliás, num país culturalmente evoluído, o normal seria o concerto de ontem, 26 de Maio, ter sido numa sala de grandes dimensões…

 

 

Os primeiros convidados a serem chamados a palco foram António Caixeiro e Eduardo Espinho para cantarem com Rogério Charraz “Quinta-feira de Ascensão” e “Chuva nos Beirados”. Duas interpretações irrepreensíveis. Se Rogério confidenciava ao público que sente o Alentejo como seu, devido a ligações familiares, ontem a sua voz e a dos seus convidados fizeram-nos viajar pelas longas planícies alentejanas e sentir os aromas tão específicos desta região do país.

 

 

Katia Guerreiro também subiu ao palco para interpretar com o anfitrião dois temas: “Porto de abrigo” e “SMS”. A junção das duas vozes funciona muito bem em palco, destacando-se a cumplicidade que transporta para o palco a amizade que os une. Aliás, como Katia Guerreiro referiu, a fadista participar neste disco é “tão normal como respirar”.

 

 

Por entre os convidados, Rogério Charraz desfiou nesta primeira parte do concerto os temas do novo disco como “Coração em desvario”, “Lá vai ela”, “Erro no sistema”, “Festa na aldeia” ou “Põe de lado o GPS”, com o qual antecedeu um breve encore.

 

 

A fasquia estava bastante elevada, mas ainda faltava apresentar um convidado: Rui Pregal da Cunha. Enérgico, irreverente, único. Subiu a palco e dominou “a cena” por completo: cantou, dançou, provocou… Com Rogério Charraz interpretou “Se me perguntas a mim” e “Só gosto de ti”, este último um sucesso dos Heróis do Mar que remonta à década de 80.

 

 

Com alguns temas dos seus primeiros dois discos, Rogério Charraz encerrou a primeira grande noite de apresentação deste seu novo disco com “Dança na Praceta” acompanhado pelo seu público.

 

Fotografias: Alfredo Matos

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6389 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.