O Parque Palmela em Cascais recebeu esta sexta-feira, dia 24 de Junho, o primeiro de três dias do novel festival Cascais Groove, sendo as notas de maior destaque a concepção do espaço e as actuações do pai do rock em Portugal, Rui Veloso, e ainda The Black Mamba.

Este festival que tem em 2016 a sua primeira edição pretende ter consigo um publico exigente que usufrua de espectáculos de e com qualidade num ambiente único como é o Parque Palmela que permite só por si um contacto próximo com a natureza. Mas neste festival há ainda maiores motivos para ir ao Parque Palmela. Uma zona de restauração com um design bastante apelativo e cómodo para quem pretenda usufruir de alimentação saudável.

 

 

Mas o Cascais Groove conta também com um cartaz bem construído e que permite ao público a apreciação de vários géneros musicais. No primeiro dia actuaram Rui Veloso e The Black Mamba.

 

 

Devido a papeira, a cantora brasileira Maria Rita teve que cancelar o seu concerto no Cascais Groove sendo substituída pelo pai do rock em Portugal, o icónico Rui Veloso.

 

 

Rui Veloso apresentou-se em palco cumprimentando o público com sotaque brasileiro com natural bom humor e em referencia à anunciada Maria Rita que não pôde estar presente. A plateia não se encontrava totalmente preenchida pelo publico apesar de os bilhetes para este primeiro dia terem esgotado, segundo nos informou fonte da organização. Em referência aos lugares vazios, Rui Veloso disse “faltam aqui umas pessoas. Hão de vir …talvez eu já esteja na Baixa da Banheira nessa altura” com visível bom humor em referencia a ainda ir tocar uns blues nesta localidade.

 

 

Com alinhamento relativamente curto para o que é hábito, até por actuar em clima de festival, o portuense baseou muito do alinhamento em alguns dos seus maiores sucessos, e que são muitos. Temas como “Todo o tempo do mundo”, “Porto Côvo”, “Sei de uma camponesa”, “Fado do Ladrão enamorado”, “Porto Sentido”, “Primeiro Beijo”, “Nunca me esqueci de ti”, “Chico Fininho” ou “Lado Lunar” cativaram o público que em alguns deles e incentivados pelo artista cantaram o refrão. Mas houve também espaço pra temas menos conhecidos como “A Ilha”, “Ai quem me dera a mim rolar” ou “Irmãos de Sangue”. Uma das surpresas da noite acabou por ser “Romeu e Juliana” um tema criado por Rui Veloso com João Gil e João Monge.

 

 

Rui Veloso que se fez acompanhar por uma excelente banda em palco e um extraordinário coro com três vozes. Por mais anos que passem, Rui Veloso continua a ser um dos nossos melhores artistas. Saibamos ter a inteligência de o valorizar e apreciar tudo o que fez e continua a fazer pela musica nacional.

 

 

Logo de seguida subiram a palco The Black Mamba com Tatanka a pedir no inicio do concerto que as pessoas se aproximassem mais” em referencia a quem estava nas ultimas filas e tendo em conta que havia muitos lugares vagos.

 

 

Com um conceito mais acústico Tatanka e companhia estiveram ao nível habitual, ou seja em grande. Temas como “Dirthy Little Brother”, “Canção e Mim Mesmo”, “Fado”, “Under Your Skin” ou “Still I Am Alive” integraram o alinhamento preparado para o primeiro dia da primeira edição do Cascais Groove.

 

 

O festival recebe hoje, 25 de Junho, as actuações de Mayra Andrade e ainda de Sérgio Godinho e Jorge Palma com o espectáculo “Juntos”.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6322 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.