Salvador Sobral: A nova voz do Jazz em Portugal que esgotou os Jardins de Inverno no São Luiz

arrowarrow


Os Jardins de Inverno no Teatro São Luiz encheram para ver e ouvir a nova voz do jazz em Portugal, Salvador Sobral que apresentou o seu primeiro disco “Excuse Me” contando com alguns convidados como Henrique Janeiro, Luísa Sobral ou Leo Aldrey.

 

Aqui hoje são os verdadeiros, os que esgotaram hoje sem saberem que havia uma data extra” disse Salvador Sobral no final de “Change” o tema com o qual abriu espectáculo.

 

 

Logo neste primeiro tema Salvador Sobral mostrou a versatilidade vocal que lhe permite ir dos graves aos agudos e pianos com uma facilidade incrível. Junta a isso uma naturalidade em palco onde o medo de errar não existe.

 

 

“Excuse Me” é o seu primeiro disco e resultado de “de varias influências e várias viagens que fui fazendo ao longo dos anos, no jazz, na América Latina, na musica portuguesa e brasileira” disse Salvador que neste espectáculo se fez acompanhar por Júlio Resende no piano, André Rosinha no contrabaixo e Bruno Pedroso na bateria. Os seus músicos que promoveram em várias fases do concerto uma “conversa” instrumental bastante interessante.

 

 

“Nada que esperar” que “fala das coincidências ou não da vida” e “Playing with the wind” antecederam a primeira chamada de um convidado ao palco, neste caso Henrique Janeiro, “uma pessoa muito especial para mim. Quando eu vivia em Barcelona e vinha a Portugal regularmente ia ao Hot Club e numa dessas visitas conheci-o” disse Salvador enquanto apresentava o convidado com quem demonstrou uma grande cumplicidade em palco num momento intimista e de qualidade com a interpretação de “Casa Pré-Fabricada” e “Zamba del Olvido”.

 

 

De novo apenas com os seus músicos em palco nas sonoridades jazz, Salvador consegue momentos de pura magia, contando com uma tripla de músicos de grande qualidade, sendo o expoente máximo o pianista Júlio Resende que participou também na produção do disco.

 

 

O tema que dá nome ao disco “Excuse Me, o standard preferido de Salvador Sobral “Autumn in Ne York” antecederam a chamada ao palco da segunda convidada, a sua irmã Luísa Sobral. Juntos interpretaram “I might just stay”, um tema escrito por Luísa Sobral para o seu irmão. A cumplicidade e moção foi por demais evidente durante a interpretação num dos mais belos momentos do espectáculo.

 

 

Mas nem só em inglês cantou Salvador Sobral, mesmo sendo a linguagem base do seu disco.Em português com sotaque ouvimos “Nem eu” e em língua de nuestros hermanos “Ay Amor”, um bolero.

 

 

Quem também participou na produção deste disco foi Leo Aldrey que foi o terceiro convidado a ser chamada ao palco (na verdade actuaram no meio do público). Juntos cantaram “Glow” antes de “Beach Prision” anteceder o encore.

 

 

De regresso ao palco, Salvador Sobral apoderou-se do piano de Resende e tocou e cantou “Case of You”. Se o público já estava rendido à voz, ficou rendido à sua versatilidade enquanto músico. Terminou o espectáculo com a sua tripla de músicos em palco e ao som de “After you’ve gone”.

 

 

No final do espectáculo seguiu-se uma sessão de autógrafos após a qual e em conversa com o Infocul, Salvador Sobral referiu estar “extremamente feliz, amanhã estarei um bocadinho triste pois quando as coisas acabam fico um pouco triste. Mas não acabou, ainda vão haver muitas coisas. Eu não queria abrir a segunda data, mas a Ana Paulo [manager] disse que sim que as pessoas iam gostar”. O artista acrescentou que “não, de todo” estava a espera que esgotasse a primeira data quando foi anunciada.

 

 

O músico mostra-se feliz com a receptividade que o disco tem tido nos fãs, não vê o jazz como elitista até “porque foi pop nos anos 20 e 30”. Entre os espectáculos agendados a destacar concertos em Cádiz e nas Canárias. Em Lisboa podem vê-lo com alguma assiduidade na Fábrica do Braço de Prata, e acompanhar a actualização de agenda, que é feita no seu Facebook oficial.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.