Santa Casa Alfama: Maria Passarinho agarrou a oportunidade e mostrou valor

 

 

Maria Passarinho foi uma das escolhas de Ricardo Ribeiro para o Palco Santa Casa Futuro, no segundo dia do Santa Casa Alfama.

Com uma presença em palco muito bonita, Maria Passarinho demonstrou que tem também uma voz para voos consideráveis.

É ainda muito jovem e tem ainda pormenores por limar, mas o que mais deve ser destacado são as qualidades que já apresenta: boa dicção, controlo de voz, afinação e controlo emocional (visível numa pequena falha durante um tema).

A jovem cantora foi muito acarinhada e a sua actuação foi positiva, com um alinhamento do qual constaram temas como ‘Silêncio, deixem ouvir as guitarras’, ‘Limão Verde Limão’, tendo ainda interpretado, e bem, o fado Corrido, o fado Malhoa e o Pachincha.

Esteve acompanhada por Guilherme Banza, Rogério Ferreira e Filipe Larsen, que lhe proporcionaram extraordinário acompanhamento instrumental.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6699 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.