O Lounge D, no Casino Estoril, recebeu ontem, 11 de Setembro, o segundo espectáculo do Festival de Flamenco Casino Estoril 2019.

Em palco, Santiago Lara, fez-se acompanhar por dois músicos, na percussão e guitarra, e ‘una bailaora’.

Santiago Lara apostou, inicialmente, num espectáculo puramente instrumental e no qual se pôde absorver o seu sentimento e a sua alma artista.

O dedilhar da guitarra e a alma que imprime à melodia foram motores que despertaram os sentidos do público que acorreu em bom número a este espectáculo.

Na vertente de bailado, dois momentos distintos. Um primeiro com forte componente de linguagem corporal e facial, outro em que o tacão ditou ordens e as castanholas se associaram a esta nobre arte.

Elegante, sóbria, intensa e com técnica aprazível e de encantos mil fez soltar, por diversas vezes, os aplausos por parte do público. Primeiro com um vestido, folhado, azul, e depois de negro, jaqueta toureira e castanholas ‘en las manos’.

De aproximadamente uma hora de duração, Santiago Lara conseguiu apresentar um espectáculo intenso, vibrante e com a verdadeira alma do flamenco. Olé!

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6262 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.