Sara Correia apresenta videoclipe de “Dizer Não”

Já começa a ser um hábito encontrar emoções que achamos adormecidas sempre que ouvimos a voz de Sara Correia. Mas é um hábito que se reforça e nos continua a surpreender, como o encanto das primeiras vezes, com a beleza e a força de cada interpretação. Em “Dizer Não”, Sara Correia entrega-se, mais uma vez, como sempre, como ela sabe tão bem fazer.

Com letra e música de Luísa Sobral, “Dizer Não” antecede o lançamento do novo álbum de Sara Correia, previsto chegar às lojas no próximo dia 25 de setembro.

“Sou fã da voz da Sara desde a primeira vez que a ouvi. Aqueles graves vão diretos ao nosso coração e sentimos cada palavra que canta. Que bom que é poder ouvi-la cantar a minha melodia e as minhas palavras”, diz Luísa Sobral. “Escrevi esta canção para ela por sentir que a sua voz triste e tão bela encarnava na perfeição esta personagem dividida e amargurada. Que bonito ficou o resultado final!”

O realizador Filipe Correia Santos deu vida a esta personagem “dividida e amargurada” com uma soberba interpretação de Sara Correia e da bailarina Catarina Casqueiro. O videoclipe pode ser visto aqui:

Sara Correia anunciou recentemente o seu regresso aos palcos internacionais numa digressão readaptada que passa agora por várias datas em Espanha. Em Portugal, a fadista é um dos nomes já anunciados no Festival Santa Casa Alfama, ficando ainda datas por anunciar.

 

Sara Correia prepara-se para editar o seu novo álbum de estúdio, previsto agora para setembro, depois de ter sido adiado no decorrer da pandemia. “Chegou Tão Tarde”, o primeiro single retirado deste novo trabalho, sincroniza a telenovela da TVI “Quer o Destino” e conta com mais de 100 mil visualizações no Youtube.

O novo álbum de Sara Correia contou, mais uma vez, com a produção do seu parceiro de sempre, Diogo Clemente, um dos mais conceituados músicos portugueses da atualidade. Clemente já tinha assinado a produção do primeiro, o homónimo “Sara Correia”, álbum que lhe valeu duas nomeações para os Prémios Play e o aplauso da crítica, com destaque para as 4**** no jornal O Público e na conceituada revista de world music Songlines, e mais de 30 concertos em 2019.

 

Diogo Clemente é um dos compositores do novo álbum de Sara Correia e a ele juntam-se nomes como Joana Espadinha, Luisa Sobral, Jorge Cruz, Vitorino, Mário Pacheco, Carolina Deslandes e António Zambujo, com quem Sara Correia faz o único dueto do disco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.