Silvana Peres e Gonçalo Castelbranco em noite fadista no Casino Estoril

É já na próxima Quarta-Feira, 30 de Março, a partir das 22:00, que Silvana Peres e Gonçalo Castelbranco se apresentam no Lounge D para protagonizar mais uma noite dedicada ao fado.

 

Com um enquadramento intimista, esta jovem dupla de intérpretes será acompanhada por Diogo Lucena Quadros e Bernardo Romão, nas guitarras, e Luis Roquette, na viola. A entrada é livre.

 

 

Silvana Peres canta em diversas casas de fado de Lisboa. Com 26 anos, recorda que o interesse pelo fado começou num convívio de amigos, onde se aventurou a cantar o fado “Mas sou fadista” do repertório de Carlos Ramos, um dos fadistas que aprecia.

 

 

 Lembra-se de só o ter feito porque foi incentivada pelos guitarristas que foram contratados para o espectáculo dessa noite. Depois desse dia tornou-se hábito indispensável e todos os fins-de-semana com um grupo de amigos, uns fadistas outros guitarristas, quando possível reuniam-se e “fadistavam”.

 

 

Silvana Peres distingue-se, em palco, pela interpretação de várias composições como, por exemplo, “Meu Amor Abre a Janela”, “Sei que Nunca Vais Dizer” e “Saudades do Brasil em Portugal”.

 

 

Gonçalo Castelbranco é considerado uma das referências da nova geração. Aos 25 anos, participou já em vários espectáculos musicais, tanto em Portugal como no estrangeiro, tendo sido aplaudido pelo seu protagonismo no musical “O Nazareno”.

 

 

As raízes fadistas estão presentes na sua voz, muito por influência das suas ligações familiares a Frei Hermano da Câmara. Nos últimos dois anos, marcou presença assídua no “Arredar Bar”, histórica casa de fados, em Cascais, que foi recuperada para as grandes noites fadistas da região, e onde Gonçalo Castelbranco foi o artista residente.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6446 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.