Teresa Salgueiro no CCB: Apresentou “O Horizonte” e recordou grandes nomes da música portuguesa!

_mg_1448

 

O Grande Auditório do Centro Cultural de Belém recebeu este domingo a apresentação d’ “O Horizonte” de Teresa Salgueiro.

 

 

Com uma sala composta de público embora com algumas clareiras, Teresa Salgueiro apresentou pela primeira vez em Lisboa o seu mais recente trabalho discográfico, depois de no dia anterior o ter feito na Casa da Música, na cidade do Porto.

 _mg_1509

 

Depois de “O Mistério”, editado em Portugal no ano de 2012, Teresa Salgueiro apresenta-nos agora “O Horizonte”, a artista assina as letras, sendo as composições em co-autoria com a sua banda e que é composta por Rui Lobato, Óscar Torres, Marion Valente e Graciano Caldeira.

 

 

Em cada tema deste novo disco temos uma sonoridade identificativa do mesmo. Ou seja no inicio de cada tema ouvimos sons representativos da chuva, do mar, de pássaros que facilmente nos levam ao nome de cada um desses temas. Nomes curtos mas objectivos. “Êxodo” ou “Maresia” foram na noite de domingo os mais representativos desta situação.

 _mg_1525

 

Dividindo este espectáculo em duas partes, uma primeira com temas do novo disco, a segunda com homenagens ao seu passado nos Madredeus ou a nomes conceituados da música portuguesa, sem esquecer referencias a públicos que marcaram a carreira de Teresa Salgueiro como o mexicano ou peruano.

 

 

Se na primeira parte atrás referida o público foi mais tímido nos aplausos, na segunda aos primeiros acordes eram bastante sonoros os aplausos, ainda maiores no final de cada tema.

 _mg_1496

 

Amália Rodrigues, Carlos Paredes ou Zeca Afonso foram nomes recordados por Teresa Salgueiro que interpretou temas bem conhecidos do público. A sua história nos Madredeus não foi esquecida e da mítica banda também se escutaram temas.

 

 

A associação da musica que agora apresenta com a dos Madredeus será algo que a acompanhará sempre. Talvez injustamente. Pois embora haja semelhanças, existem também grandes diferenças principalmente na parte rítmica.

 

_mg_1491

 

O amor a Portugal esse continua a ser visível nas suas letras. E o amor dos portugueses à sua voz continua também a ser grande. Tão grande quanto o seu inquestionável talento que nos transporta para uma outra dimensão durante o seu canto.

 

_mg_1560

 

Fotografias: Alfredo Matos

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6659 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.