Decorreu esta terça-feira, na Academia de Ciências de Lisboa, a apresentação da programação do Festival Terras sem Sombra para 2020.

Naquela que será a 16ª edição, a República Checa é o país convidado e este relação terá já uma demonstração de vitalidade a 9 de Janeiro quando O Grupo Coral os Boinas actuar em Praga, no convento Anežský klášter.

A 16ª edição do Festival Terras sem Sombra contará com 13 fins-de-semana de actividade, prolongando-se se 18 de Janeiro a 12 de Julho.

Recordar que o Terras sem Sombra junta música, património e biodiversidade.

Assim apresentamos as datas e locais onde realizar-se-á a edição deste ano do festival:

9 de Janeiro – Convento de Santa Inês da Boémia – Praga (Republica Checa)

18 e 19 de Janeiro – Vila de Frades

1 e 2 de Fevereiro – Barrancos

15 e 16 de Fevereiro – Mértola

29 de Fevereiro e 1 de Março– Arraiolos

21 e 22 de Março – Viana do Alentejo

4 e 5 de Abril – Beja

18 e 19 de Abril – Ferreira do Alentejo

2 e 3 de Maio – Castelo de Vide

16 e 17 de Maio – Castelo de Sines

30 e 31 de Maio – Igreja do Convento de Santo António, em Alter do Chão

13 e 14 de Junho – Lugar surpresa

27 e 28 de Junho – Igreja Matriz de Santiago Maior, em Santiago do Cacém

11 e 12 de Julho – Igreja de Nossa Senhora de Fátima, em Vila Nova de Mil Fontes.

Música (Sempre pelas 21:30)

18-01 – Vila de Frades- Igreja Matriz de São Cucufate- Harmonia Caelestis: A Corte Divina na Obra de Hildegarda de Bingen- Tiburtina Ensemble

01-02 – Cineteatro Barrancos- Coreografar o Inefável: Obras-Primas para violoncelo solo- Pedro Bonet

15-02 – Mértola- Igreja Matriz de Nossa Senhora de Entre-as-Vinhas – Nas Asas do Espírito: Voz e Silêncio- José Hernández Pastor

29-02- Arraiolos- Igreja do Convento de Nossa Senhora da Assunção- Serenata às Estrelas: Obras de Compositoras Femininas para Flauta e Piano- Monika Streitová e Ana Telles

21-03- Viana do Alentejo- Igreja Matriz de Nossa Senhora da Assunção- Il Spiritillo Brando: Música de Corte na Península Ibérica e no Vice-Reino de Nápoles (Séculos XVI-XVII)- La Ritirata

04-04- Beja- Igreja do Convento de São Francisco- Os Movimentos da Alma: Beethoven, Shotakovich, Winner- Kállai String Quartet

18-04- Figueira dos Cavaleiros (Ferreira do Alentejo)- Lagar da Herdade do Marmelo- Um Fogo que Arde sem se Ver: Canções de Amor e Desamor- Andion Fernandez, Alberto Urroz

02-05- Castelo de Vide- Igreja Matriz de Santa Maria da Devesa– Passado Presente, Futuro: Lamentações sobre Jerusalém- Utopia Ensemble

16-05- Castelo de Sines- Ao Sabor da Corrente: Um itinerário musical do Século XXI- Clarinet Factory

30-05- Alter do Chão- Igreja do Convento de Santo António- Salve Regina: O Culto de Maria na Obra de D. Pedro de Cristo (ca. 1550-1618)- Cupertinos

13-06- Concerto Surpresa e Lugar Surpresa

27-06- Santiago do Cacém- Igreja Matriz de Santiago Maior- Com um Vaso de Cristal: Trios para Pianoda Europa Central- Smetana Trio.

11-07- Vila Nova de Milfontes- Igreja de Nossa Senhora de Fátima- Deus, Pátria, Rei: A música da Era Barroca em Praga- Musica Florea

Património (Sempre pelas 15:00)

18-01 – Vila de Frades- Ao Encontro das Raízes: Sítio Arqueológico de São Cucufate

01-02 – Barrancos- Língua de Contacto: O Barranquenho

15-02 – Mértola- Capital de Um Reino: Mértola Islâmica

29-02- Arraiolos- Entre Oriente e Ocidente: Os Tapetes de Arraiolos

21-03- Alcáçovas- Música ao Longe: O Chocalho e as Arte Chocalheira

04-04- Beja- Inveja das Águias Reais: O Castelo de Beja

18-04- Odivelas (Ferreira do Alentejo): Colher, Enlaçar, Pintar: A Cestaria em Odivelas

02-05- Castelo de Vide- De Volta a Casa: Memórias Judaicas de Castelo de Vide

16-05- Sines- O Homem e o Mar: Artes Tradicionais a Pesca

30-05- Alter do Chão- Património Nacional: A Coudelaria de Alter

27-06- Santiago do Cacém- Com Roma ao Fundo: O Sítio Arqueológico de Miróbriga

11-07- Vila Nova de Milfontes- Guardião do Rio Mira: O Forte de São Clemente

Biodiversidade (Sempre pelas 09:30)

19-01- Vidigueira- No Jardim das Hespérides: Os Laranjais da Vidigueira

02-02- Barrancos- Quando a Fronteira Une: O Rio Ardila

16-02- Mértola- Trabalhar com a Natureza: A Agricultura Sustentável

01-03- Arraiolos- Uma dádiva do montado: A Bolota

22-03- Alcáçovas- Gado do Nosso: A Raça Garvonesa ou Chamusca

05-04- Trigaches (Beja)- De noite e de dia: A produção artesanal da cal

19-04- Ferreira do Alentejo- Esteios da Vida: As redes funcionais da biodiversidade

03-05- Castelo de Vide- Um Alentejo Diferente: A Serra de São Mamede

17-05- Sines- O que o mar dá: Peixes, Moluscos e Crustáceos da Costa Alentejana

31-05- Alter do Chão- Filho do Vento: O Cavalo Lusitano

28-06- Santiago do Cacém- Paraíso na Terra: A Quinta dos Olhos Belidos

12-07- Vila Nova de Milfontes- Verde que te quero Verde: A alimentação do futuro

 

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6699 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

2 thoughts on “Terras sem Sombra 2020: 13 fins-de-semana de actividades no Alentejo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.