Terras sem Sombra: Médico Fernando de Pádua apadrinha defesa do Caminho de Santiago

terras1

 

As actividades ao ar livre e o contacto com o meio natural, duas palavras-chave do Terras sem Sombra, são sublinhadas pela presença, em Santiago do Cacém, nos dias 25 e 26 de Março, do médico Fernando de Pádua.

 

 

Este cardiologista, considerado o “Pai da Medicina Preventiva em Portugal”, é alguém a quem o país muito deve, como responsável pelo pioneiro projecto que pôs os portugueses a “mexer” e a adoptar modos de vida mais saudáveis. Pode dizer-se que graças, ao seu trabalho e da vasta equipa de profissionais da saúde que soube motivar, os portugueses passaram a ter mais dez ou doze anos de vida.

 

 

 

O Professor Fernando de Pádua, melómano e amigo das artes, vem juntar a sua voz à defesa do património cultural e natural do convento do Loreto. A paisagem cultural em torno do antigo convento de Nossa Senhora do Loreto, é um local privilegiado de contacto com a natureza, a cerca de 2,5 km de Santiago do Cacém, na direcção do Algarve, e em pleno Caminho de peregrinação para Compostela. Hoje entregue ao abandono, encontra-se em avançado estado de ruína e, apesar de muitos esforços para o preservar, serve actualmente de estábulo. Na vasta mancha de montado que o envolve, por outro lado, regista-se a decadência de muitos sobreiros.

 

 

Com o objectivo de inverter a situação, o Terras sem Sombra propõe que o Loreto se torne um sítio facilmente acessível e seguro, a partir de Santiago do Cacém, a todos os que gostam de caminhar. E promove também, a salvaguarda do montado de sobro, incidindo num aspecto fulcral da sua continuidade – a renovação. Para tal, a comunidade de Santiago irá envolver-se na plantação de várias dezenas de sobreiros, provenientes da Mata Nacional de Valverde, em Alcácer do Sal, ajudando a salvar a mata do antigo convento de Nossa Senhora do Loreto.

 

 

Trata-se, afinal, de seguir na peugada dos peregrinos que já aí passam, em número crescente, na sua viagem, a pé ou de bicicleta, para Compostela. Um projecto que faz todo o sentido num concelho que promove o desporto saudável e se orgulha do seu património.

 

 

 

Programa Santiago do Cacém

25 de Março

Património

14:30 – 17:30 – Visita ao Centro Histórico

Local em destaque – Palácio dos Condes de Bracial

Ponto de encontro – Igreja Matriz de Santiago Maior

 

 

Música

21H30 – Brentano String Quartet

Perpétuo Movimento: Em torno d’A Arte da Fuga

Local: Igreja Matriz de Santiago Maior

 

 

Viola_ Misha Amory

Violino_ Serena Canin

Violoncelo_ Nina Lee

Violino_ Mark Steinberg

 

 

26 de Março

 

Biodiversidade

A Paisagem Cultural em torno do Convento do Loreto – assegurar a sua continuidade

10:00 – Saída _ Igreja Matriz de Santiago Maior 

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6663 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.