Time For T editam “Hoping Something Anything” em Setembro

18209307_10213132099715935_2630813683435392237_o

 

 

Os Time For T vão editar o seu novo disco, “Hoping Something Anything”, no dia 15 de Setembro, pela Last Train Records. Este álbum foi gravado ao longo do ano de 2016, em Londres, e produzido pela própria banda.

 

 

 

Devido ao facto de ser produzido pela própria banda, este álbum está mais desafiante do que nunca e as canções apresentam uma sonoridade que vão do folk a rock psicadélico, sem esquecer as batidas mais tropicais. São um mix de sonoridades que se unem às canções que, na sua maioria, foram inspiradas pela viagem que Tiago Saga fez à Índia no início do ano de 2016.

 

 

 

Os Time For T foram criados em Brighton e são compostos por: Tiago Saga (voz e guitarra), Joshua Taylor (baixo), Martyn Lillyman (bateria), Oliver Weder (teclas) e Andrew Stuart-Buttle (violino), Harry Haynes (guitarra eléctrica) e Louis Pavlo (teclas) como membros honorários. Em Portugal já actuaram em alguns dos grandes festivais nacionais, como é o caso do NOS Alive, MEO Sudoeste e Super Bock Super Rock.

 

 

 

O single de avanço do novo trabalho dos Time For T é “Ronda”. Esta canção foi criada após uma visita da banda à cidade de Ronda, no sul de Espanha, onde actuaram no Festival Muwart. A letra deste tema fala sobre o amor que ficaram pela cidade e da necessidade que cada um tem de estar sozinho.

 

 

 

Depois do lançamento do primeiro longa duração da banda, “Hoping Something Anything”, que vai acontecer a 15 de Setembro, os Time For T vai partir em digressão pela Europa nos meses de Setembro e Outubro.

 

 

 

Tour de 2017 dos Time For T:

19 Agosto – Green Man Festival (Brecon Beacons);

27 Agosto – Shambala Festival (Northampton);

20 Setembro – Archiduc (Bruxelas);

22 Setembro – Freiraum (Ubersee);

24 Setembro – Cafe Galao (Estugarda);

07 Outubro – Musicbox (Lisboa).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.