Tony Carreira: Adeus ou Até Já? Altice Arena, palco de espectáculo majestoso e de emoções à flor da pele

 

 

 

Tony Carreira actuou no Altice Arena pela 18ª vez, esta sexta-feira. Hoje, será a 19ª. Segue-se uma pausa por tempo indeterminado na carreira. Mas espero, e desde já o assumo, que seja por pouco tempo.

 

 

O cantor de “Sonhos de Menino” celebra 30 anos de carreira e trouxe, mais uma, enorme produção ao Altice Arena. Um cenário idílico que nos transporta para um ideia algures entre a história e o sonho, os limites e o infinito. Os músicos que o acompanharam são de fina estampa, de uma qualidade impressionante, desde os sopros às cordas, não esquecendo um trio feminino com vozes seguras e afinadas.

 

 

Mas vamos ao pré-concerto. Tony Carreira teve semana atribulada passando três dias em graves dificuldades de saúde e em que o cancelamento dos concertos esteve em cima da mesa. Fez de tudo para não os cancelar. Pensou no público que o queria (e quer) ver. Apresentou-se na maior sala de espectáculos do país com visíveis dificuldades mas com elevada qualidade. Sim, qualidade!

 

 

Abriu o concerto descendo do 1ª Balcão, ladeado por 4 seguranças, passou junto do seu público, percorrendo primeira e segunda plateia, por entre beijos e abraços. Antes, um vídeo mostrava, resumidamente o percurso de um ícone da música portuguesa, desde o tempo em que António Antunes, vindo directamente de Paris, tentava conquistar os portugueses…Passados 30 anos, a resposta é óbvia: Gostem ou Não, Todos o Conhecem!

 

 

A minha Guitarra” foi o início de tudo, do seu percurso e do espectáculo. Um espectáculo no qual deu “Tudo por Tudo” e recuou à década de 90 para colocar o público a cantar “Adeus Amigo”, “Sonhador Sonhador”, entre outros sucessos dos idos 90.

 

 

Voltou a aproximar-se o público para uma ‘ilha’ colocada no meio do Altice Arena. Aí cantou alguns temas apenas acompanhado com piano. Seguiu-se momento sinfónico e que permitiu à orquestra de cordas que o acompanhou poder brilhar. Magnânimo! Foi também neste momento que caiu o manto negro que cobria parte do palco principal e tapava o imponente e majestoso cenário!

 

 

Porque é que Vens” levou ao palco o Altice Arena, Evandro. O fã brasileiro foi vencedor de um passatempo numa app e teve assim a possibilidade de viver o sonho de milhares de fãs. Cantar com Tony Carreira.

 

 

Se o amor é algo associado ao cancioneiro interpretado por Tony Carreira, a verdade é que há também canções para dançar com maior ritmo. “Quando eras minha”, “A sonhar Contigo” ou “Este Sabor a ti” colocou o público em verdadeiro êxtase!

E se para o público “A saudade de ti” já aperta, Tony Carreira retribui-lhes com “Cosas del Amor”, num dueto de grande entrosamento, entrega e simbiose com Yura Silva, uma voz que dará que falar em 2019 e que tem acompanhado Tony Carreira ao longo de vários anos em palco.

 

 

Mas os duetos não se ficaram por aqui: “O mesmo de sempre” trouxe André Sardet a palco; “Tu levaste a minha vida” trouxe o criador dos sucessos de Tony Carreira, Ricardo Landum, para um momento de agradecimento mutuo e o momento alto trouxe os três filhos (Mickael, David e Sara) para “Sonhos de Menino”. Momento marcante, emocionante e que pode encarar-se como um passar de testemunho entre gerações…

 

 

Um espectáculo no qual em alguns momentos pareceu uma longa despedida mas em que noutros se percebeu claramente que será um até já, do cantor de sonhos! Tony mostrou toda a sua gratidão ao público e deu tudo o que lhe foi possível, fisicamente levou o corpo ao limite. Isso não se notou em questões técnicas.

 

 

Quem era eu sem ti” foi dedicado ‘à coisa mais linda que Deus fez, as mulheres”, um momento acústico trouxe um medley romântico e o espectáculo culminou com “Não te vás sem mim”, antes de o público exigir um encore no qual Tony Carreira termina com chave de ouro.

 

 

Dois movimentos a compasso com jovens segurando velas em direcção ao palco, sobem as escadas e organizam-se. Tony reentra em palco. “Já que te Vais” é interpretado de forma soberba e arrepiante! A apoteose! A noite estava ganha! Tony reressa hoje ao Altice Arena. Adeus ou até já?!

 

 

Texto: Rui Lavrador
Fotografias: Arlindo Homem

 

« 1 de 2 »

 

 

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícia publicada a 17/11/2018


About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

_