O Teatro Tivoli BBVA recebeu esta segunda-feira, 7 de Outubro, o primeiro de dois espectáculos de Toquinho em Lisboa. No dia 9 subirá ao palco do Coliseu do Porto AGEAS.

Estes espectáculos celebram 50 anos de canções, como referiu o artista em entrevista ao Infocul, nos quais está acompanhado por Camila Faustino (voz) e Proveta (no saxofone e clarinete).

São 50 anos de canções e quase 73 de idade, ao longo dos quais destacam-se colaborações com nomes como Chico Buarque, Vinicius de Moraes, Elis Regina, Gal Costa, Caetano Veloso ou Maria Bethânia, entre outros.

Um percurso no qual registou mais de 400 canções inéditas e editou mais de 86 discos. Números impressionantes para um artista também ele destacado na música brasileira, com claro destaque para a Bossa Nova.

Apresentou-se em palco “sem demagogia” e “assim de forma tão informal, desprotegida”, disse de viola na mão e após conquistar o público logo no primeiro tema.

Apostou num serão e que dedilhando (magnificamente), foi contando histórias, criando empatia com a plateia e promovendo uma comunhão, intercalada, entre a poesia que cantou ao ritmo do calor brasileiro e as histórias (maioritariamente alegres) que foi contando do seu percurso.

Uma das frases chave da noite foi que os cantores da sua geração “somos Filhos da bossa nova”, até porque actualmente “ninguém faz bossa nova, eu não faço pelo menos”. Destacou sim, na bossa nova, João Gilberto!

Homenageou Portugal com “Saudades do Brasil em Portugal” e há a destacar a voz bonita, afinada e emocional de Camila Faustino.

Como surpresa, desta noite e por não estar anunciado, a chamada a palco de Betinho Mateus.

Toquinho demonstrou uma jovialidade física, vocal e mental impressionantes, numa noite em que contou com muito público que não lhe poupou aplausos.

Rui Lavrador

Iniciou em 2011 o seu percurso em comunicação social, tendo integrado vários projectos editoriais. Durante o seu percurso integrou projectos como Jornal Hardmúsica, LusoNotícias, Toureio.pt, ODigital.pt, entre outros Órgãos de Comunicação Social nacionais, na redacção de vários artigos. Entrevistou a grande maioria das personalidades mais importantes da vida social e cultural do país, destacando-se, também, na apreciação de vários espectáculos. Durante o seu percurso, deu a conhecer vários artistas, até então desconhecidos, ao grande público. Em 2015 criou e fundou o Infocul.pt, projecto no qual assume a direcção editorial.

Rui Lavrador has 6331 posts and counting. See all posts by Rui Lavrador

Rui Lavrador

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.